Notícias

Instituto organiza chamada para produção de conteúdos por comunicadoras negras

Projetos devem abordar a violência política contra mulheres negras na região Nordeste

Quem produz conteúdo sobre política, raça e gênero terá a oportunidade de participar de uma chamada pública organizada pelo Odara – Instituto da Mulher Negra, uma organização negra e feminista, centrada no legado africano e voltada para o fortalecimento das mulheres negras. O objetivo do Odara com esse Termo de Referência (TR) é a produção de conteúdos multimídias sobre Mulheres Negras e Violência Política na Região Nordeste. As inscrições podem ser feitas até 18 de outubro.

“Desejamos receber propostas de produção de um conjunto de conteúdos tais como reportagens, vídeos reportagens e/ou documentais, entrevistas, fotorreportagens, exposição fotográfica virtual, cards, memes, podcasts, áudios, etc, para serem veiculadas no site e redes sociais do Odara”, explica o Insituto. Podem se inscrever profissionais negras autônomas da comunicação (jornalistas, publicitárias, videomakers, RPs, designers); empresa ou coletivo de comunicação de maioria negra, liderados por mulheres negras; residentes em qualquer estado da Região Nordeste.

A seleção é composta por análise de proposta, currículo e portfólio; e entrevista. A proposta, que deve ser desenvolvida em até 40 dias a partir da assinatura do contrato, precisa conter argumentação teórica/política que demonstre a compreensão da candidata sobre o tema Mulheres Negras e Violência Política; Conjunto de produtos a serem desenvolvidos, já sinalizando possíveis abordagens e pretensões de fontes; Cronograma de trabalho.

O projeto aprovado receberá R$ 6.000,00, sendo 40% pagos na entrega de relatório que comprove a execução de 50% do plano de trabalho. E 60% pagos a partir da aprovação final dos produtos.

O Odara – Instituto da Mulher Negra é uma organização negra e feminista, centrada no legado africano, voltada para o fortalecimento das mulheres negras, e por consequente, da população negra e da sociedade brasileira como todo. O Odara atua através de programas e projetos a nível local, em Salvador, estadual, na Bahia, regionalmente, na Região Nordeste, nacional e internacionalmente. Entendemos a Comunicação como um direito humano fundamental e apostamos na comunicação como estratégia e meio de transformação do olhar, pensar, sentir e mobilizar sujeitos e instituições pela garantia dos direitos humanos de maneira transversalmente antirracista e antissexista.

Instruções:

  • Seja detalhista na proposta; Mostre sua percepção e compreensão sobre o tema; Demonstre que você domina e acompanha a pauta; Detalhe bem o que você pretende construir em cada um dos produtos; Pense em uma diversidade multilinguística dos produtos, com qualidade, aprofundamento, boas fontes e referências; Organização e estética são importantes, e aprofundamento e demonstração de conhecimento sobre o tema é fundamental. Lembre-se que o foco principal dos conteúdos é promover o debate público nas redes sociais.
  • Envie um e-mail com o título: MULHERES NEGRAS E VIOLÊNCIA POLÍTICA NA REGIÃO NORDESTE
  • Em anexo no e-mail deve conter: Currículo e Portfólio da profissional responsável pela proposta; Proposta de trabalho detalhada com todos os elementos mencionados no Termo de Referência.

Para mais informações :

Tel:  55. [071] 3561.2860

Email: [email protected] / [email protected]

Endereço: R. Augusto França, nº 145, Dois de Julho, Salvador (Ba).