ABI BAHIANA

Assembleia Geral da ABI avalia primeiro ano da nova diretoria

A Associação Bahiana de Imprensa (ABI) realizou, na manhã desta quarta (11), Assembleia Geral Ordinária que aprovou a prestação de contas do exercício e avaliou o relatório de atividades do período de 2020 a 2021. A sessão teve início com a reunião ordinária da diretoria executiva, onde foi feita a prestação de contas do mês de julho e os diretores puderam dar informes. 

Após a reunião, o presidente da Assembleia Geral da ABI, Walter Pinheiro, deu início à AGO. Foram apresentados o balancete de contas do período de 1° de julho de 2020 a 30 de julho de 2021 e o relatório de atividades (confira um resumo aqui). A sessão contou com exibição de vídeo-resumo do relatório e os diretores relataram os desafios e conquistas vividos no primeiro ano de gestão da diretoria empossada em setembro passado

Neste período, a ABI enfrentou o desafio de manter-se ativa em meio à crise pandêmica. Walter Pinheiro parabenizou a atuação do presidente e dos diretores. “Acho que a presença da ABI se fez muito forte, em especial neste período de quarentena e perante outras instituições. Isso ganha um certo relevo, porque este ano teríamos todas as justificativas para nos omitir em nosso trabalho”, salientou. 

Ernesto Marques, presidente da ABI, falou das pretensões para a entidade, como a reabertura do Museu Casa de Ruy Barbosa, seguindo as restrições sanitárias; os preparos para a efeméride do centenário de falecimento de Ruy Barbosa; meta para incorporação de novos associados, em especial os profissionais mais jovens. 

A Assembleia Geral Extraordinária, prevista para revisão e aprovação do Estatuto da entidade, foi marcada para o dia 06 de outubro, dando maior tempo de apreciação do texto pelos membros e associados. 

Textos relacionados: