Notícias

CAPES aprova primeiro Doutorado em Jornalismo do Brasil

O Conselho Técnico-Científico de Ensino Superior (CTC) da Capes aprovou a proposta de curso de Doutorado em Jornalismo apresentada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em maio. A partir de 2014, o Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR) oferecerá, além do mestrado, o primeiro doutorado com área de concentração em jornalismo do país. O curso deve iniciar suas atividades letivas em agosto de 2014, com oito vagas inicialmente. O processo seletivo acontecerá no primeiro semestre e o Edital de Seleção deve ser publicado em meados de março.

Praça central da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis/Foto: Lionel Baur

Segundo nota da UFSC, assim como no Mestrado, serão duas linhas de pesquisa: Jornalismo, Cultura e Sociedade” e “Tecnologias, Linguagens e Inovação em Jornalismo”.  “A aprovação da Capes sinaliza que temos um programa consolidado, o que reconhece o trabalho dos corpos técnico, discente e docente do POSJOR desde o seu surgimento em 2007”, comemora Rogério Christofoletti, coordenador do curso.

De acordo com a coordenadora da área Ciências Sociais Aplicadas I, Maria Helena Weber, as propostas foram avaliadas pelos professores João José Azevedo Curvello (UCB) e Suely Ceravolo (UFBA), que atuaram como consultores  de propostas de mestrado profissional, e pela comissão formada pelos professores César Guimarães (UFMG), Cristiane Gutfriend (PUCRS), Dione Moura (UNB), Henriette Gomes (UFBA) e Maria Helena Weber (UFRGS).

Para o presidente da Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), Celso Schröder, a aprovação do primeiro Doutorado em Jornalismo do Brasil merece muita comemoração. “É mais um importante reconhecimento das especificidades do Jornalismo na área das ciências aplicadas a ser saudado não só pelos profissionais e entidades do campo acadêmico, como também pelo movimento sindical dos jornalistas”.

PósCom

Na Bahia, o Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da Universidade Federal da Bahia – PósCom/UFBA – implantou a primeira turma de Doutorado em 1995, sob a coordenação do professor  Wilson Gomes. O curso obteve conceito “A” desde a primeira avaliação e quando esta nota foi trocada pela escala numérica, nunca foi atribuído algum conceito abaixo de 5. No entanto, o programa, que congrega pesquisadores em três linhas de pesquisa – Análise de Produtos e Linguagens da Cultura Midiática, Cibercultura e Comunicação e Política –, não oferece curso de Doutorado com área de concentração em Jornalismo.

Fonte: Programa de Pós-Graduação em Jornalismo/UFSC com informações do site Coletiva.net

Textos relacionados: