Notícias

Cid Teixeira e Luís Henrique recebem Comenda 2 de Julho

Em sessão especial, a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) vai homenagear nesta sexta-feira (13), às 9h30, os historiadores e professores Cid Teixeira (88) e Luís Henrique Tavares (87), com a entrega da Comenda Dois de Julho, pela atuação política, cultural e acadêmica. A Comenda Dois de Julho é a mais alta condecoração do Poder Legislativo e foi instituída em reconhecimento a pessoas que contribuem para o desenvolvimento político e administrativo da Bahia e do Brasil.

Trajetória

  • Luís Henrique Tavares

O historiador, jornalista e escritor Luís Henrique Dias Tavares nasceu no dia 25 de janeiro de 1926, na cidade de Nazaré, na Bahia. Graduado em Geografia e História, pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da UFBA (1948 – 1951). Tem pós-doutorado na Universidade de Londres, cujas pesquisas resultaram no livro “Comércio Proibido de Escravos”. Foi diretor do Arquivo Público do Estado da Bahia. É Sócio Emérito do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Sócio Emérito do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, Sócio Emérito da Academia Portuguesa da História, Professor Honoris Causa da Universidade Estadual da Bahia e Professor Emérito da Universidade Federal da Bahia.

  • Cid Teixeira

Nascido em Salvador, em 11 de novembro de 1924, Cid José Teixeira Cavalcante é formado em Direito pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), historiador, jornalista e escritor. Foi diretor da Fundação Gregório de Mattos e implantou o Serviço de Rádio Educação do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Atuou como jornalista em vários jornais de Salvador e tem centenas de artigos publicados, além de diversos livros editados. É sócio da Associação Bahiana de Imprensa (ABI) e, desde março de 1993, ocupa a cadeira de número 19 da Academia de Letras da Bahia.

Informações da Academia de Letras da Bahia.

Textos relacionados: