Notícias

Estudo da ONU aponta Salvador como 13ª cidade mais violenta do mundo

O Brasil tem 11 das 30 cidades mais violentas do mundo, de acordo com um levantamento feito pelo Escritório sobre Drogas e Crime da Organização das Nações Unidas (ONU) com base no número de homicídios registrados em 2012 a cada 100 mil habitantes. Salvador aparece na 13ª posição da lista que inclui outras dez capitais brasileiras. Considerando apenas os municípios brasileiros, a capital baiana fica na quinta posição, atrás de Maceió (5ª na classificação mundial), Fortaleza (7ª), João Pessoa (9ª) e Natal (12ª). Os dados também apontam que o Brasil é o país com mais cidades na classificação da violência, seguido do México, que tem seis municípios.

De acordo com o “Estudo Global sobre Homicídios 2013”, lançado ontem (10), em Londres, quase meio milhão de pessoas (437 mil) em todo o mundo perderam a vida em 2012 como resultado de homicídio doloso. A América Latina superou a África como a região mais violenta do mundo. Honduras é o país com mais homicídios a cada 100 mil habitantes, seguido da Venezuela, Belize e El Salvador.

Para os pesquisadores da ONU, o elevado índice de homicídios na América Latina está ligado ao crime organizado e à violência política, que persiste há décadas nos países latinoamericanos. A maior parte das mortes (66%) foi provocada por armas de fogo. Os cartéis do narcotráfico mexicanos são citados como responsáveis pela violência também em Honduras, El Salvador e Guatemala, países que integram rotas de distribuição de drogas que têm como destino os Estados Unidos. Já na Venezuela, os assassinatos são atribuídos à violência urbana.

Taxas de homicídios acima de 20 por 100 mil habitantes são consideradas pelos especialistas como graves. Em Honduras, são 90,4 homicídios por 100 mil habitantes. Já na Venezuela, a taxa chega a 53,7; em Belize, 44,7; em El Salvador, 41,2; na Guatemala, 39,9; na àfrica do Sul, 31; na Colômbia, 30,8; no Gabão, 28; no Brasil, 25,2; e no México, 21,5. Países em conflitos têm taxas inferiores às da América Latina, como Iraque, no Oriente Médio, onde o índice registrado é de oito para 100 mil habitantes.

A pesquisa da ONU confirma dados sobre violência apresentados em levantamento elaborado pela ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal AC divulgado em março deste ano. Segundo a pesquisa mexicana, o Brasil é o país com mais municípios no ranking: 16; e Maceió a quinta cidade mais violenta do mundo. O México aparece em segundo, com nove. Apenas sete cidades da lista não estão na América Latina: quatro dos Estados Unidos (Detroit, Nova Orleans, Baltimore e Saint Louis) e três da àfrica do Sul.

O levantamento leva em conta a taxa de homicídios por grupo de 100 mil habitantes no ano passado. De acordo com a ONG, foram levantados dados disponibilizados pelos governos em suas páginas na internet e consideradas só cidades com mais de 300 mil. Essa foi a quarta edição do ranking. Dos 16 municípios do Brasil no ranking das cidades mais violentas do mundo, seis vão receber jogos da Copa do Mundo: Fortaleza, Natal, Salvador, Manaus, Recife e Belo Horizonte.

*Com informações de O Globo, Correio da Bahia e ONU

Textos relacionados: