Notícias

Jornalista do “Washington Post” será julgado por quatro crimes no Irã

Deu no PORTAL IMPRENSA – O jornalista iraniano-americano, Jason Rezaian, do Washington Post, está sendo acusado pelo Irã de quatro crimes, incluindo espionagem. A informação foi revelada por um artigo do próprio jornal, nesta segunda-feira (20/04). Segundo a Reuters, além da acusação por espionagem, o ex-chefe de redação do Post é denunciado por “coletar informações sobre política interna e externa”, “colaborar com governos hostis” e “fazer propaganda contra a República Islâmica”, confirmou a advogada do jornalista, Leyla Ahsan.

Em comunicado, Martin Baron, chefe de redação do jornal, afirmou que a ação do governo iraniano é desprezível. “É absurdo e desprezível afirmar, como está fazendo a justiça iraniana, que o trabalho de Jason como freelancer e correspondente do Post em Teerã se assemelhe a espionagem ou represente uma ameaça para a segurança do Irã”, disse. Rezaian comandava a redação do Washington Post em Teerã desde 2012. Ele foi detido em julho do ano passado.

Textos relacionados: