ABI BAHIANA

2ª edição da Revista Memória da Imprensa será lançada neste sábado (17)

Jornalistas depondo, instigando debates, boas polêmicas, trazendo revelações surpreendentes sobre as entranhas da comunicação na Bahia. Essa receita parece ter conquistado os leitores da Revista Memória da Imprensa. Desde que os primeiros exemplares chegaram às mãos dos amantes do impresso, surgiram as perguntas sobre o próximo número. E ele acaba de chegar! A 2ª edição desse registro histórico será lançada neste sábado (17) pela Associação Bahiana de Imprensa (ABI). O evento de lançamento acontece no auditório da instituição, às 10h. É necessário convite para acesso ao local.

O projeto “Memória da Imprensa – A História do Jornalismo Contada Por Quem Viveu” registra histórias de jornalistas veteranos cujas atuações marcaram a imprensa da Bahia. Antes lançados em videodocumentários, os depoimentos passaram a integrar uma revista, em versões digital e impressa. A publicação é editada pelo jornalista Biaggio Talento, com projeto gráfico do artista visual e cartunista Gentil. A direção das entrevistas é assinada pelos jornalistas Valber Carvalho, Carollini Assis e Kau Rocha.

Primeira edição | Arte: Gentil/ Bamboo Editora

A Revista Memória da Imprensa traz os relatos das carreiras de 30 profissionais da comunicação, pautando suas atuações nas mais diversas editorias, desde o jornalismo cultural e esportivo até o jornalismo policial, além do relato sobre o período de censura e repressão vivido na ditadura militar.

  • Não leu a primeira edição? Acesse aqui!

A segunda edição vem com Agostinho Muniz, Mário Kertész, Carlos Libório, Moacir Ribeiro, Carlos Navarro, Reynivaldo Brito, Gutemberg Cruz, Symona Gropper, Mariluce Moura e Walter Pinheiro. A primeira edição trouxe Anízio de Carvalho, Antônio Matos, Emiliano José, Joaci Goes, José Sanmartin, José Athayde, Levi Vasconcelos, Paolo Marconi, Sérgio Mattos e Valter Lessa. Além de terem presenciado um período de grande destaque do jornalismo baiano – da década de 60 até 90 – esses profissionais também foram testemunhas e narradores de eventos marcantes para a história nacional.

Tempo, tempo, tempo…

A edição é dedicada ao jornalista Carmelito Almeida, diretor da ABI falecido em julho deste ano. O presidente da ABI, Ernesto Marques, lamentou não ter Carmelito entre os personagens, contando a sua própria história.

Segundo ele, o projeto é uma forma de buscar a coexistência pacífica com o tempo, já que os depoimentos oferecem uma oportunidade para “refletir sobre a profissão, ambições, vitórias, fracassos, virtudes e vícios, verdades absolutas e relativas, fatos e versões”.

Marques observa as mudanças no fazer profissional e no mercado da comunicação ao longo dos anos. “Nestas décadas que nos separam das histórias contadas aqui, profundas transformações nos espaços onde performam profissionais da comunicação de hoje – ruas, redações, estúdios escritórios, agências… A ponto de esses espaços se confundirem, na prática, com nossas próprias casas”, analisa.

SERVIÇO

Lançamento 2ª edição da Revista Memória da Imprensa
Data: 17/09/2022
Horário: 10h
Local: Auditório Samuel Celestino, 8º andar do Edifício Ranulfo Oliveira, sede da ABI (Rua Guedes de Brito, 1 – Praça da Sé – Centro Histórico de Salvador)

Textos relacionados: