Notícias

Associação Brasileira de Imprensa elege novo presidente

Após mais de um ano de processos, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) anunciou na noite da última sexta-feira (26) seu novo presidente, em um pleito marcado pelo pioneirismo. Pela primeira vez na história da entidade, um repórter assume a presidência da Casa dos Jornalistas: Domingos Meirelles venceu as eleições pela Chapa Vladimir Herzog, que disputou com a Prudente de Morais, encabeçada por Fichel Davit Chargel. Esta também foi a primeira eleição nacional na história da ABI. Desde que a entidade foi criada, em 1908, a votação era feita somente com os sócios do Estado do Rio de Janeiro. Na atual, além da sede na capital fluminense, seções foram instaladas nas cinco representações espalhadas pelo país: São Paulo, Minas Gerais, Alagoas, Brasília e Maranhão.

Acompanhada por observadores da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), a eleição da histórica e mais antiga entidade dos profissionais da imprensa no país aconteceu nos dias 25 e 26 de setembro, tendo sido escolhidos a Diretoria Executiva, o Conselho Fiscal, o Conselho Consultivo e dois terços do Conselho Deliberativo. No maior colégio eleitoral da entidade, no Rio de Janeiro, com 303 eleitores, a Chapa Vladimir Herzog conquistou 167 votos e a Prudente de Morais, 134.

Domingos Meirelles/Foto: Reprodução
Domingos Meirelles/Foto: Reprodução

Os dirigentes ficam à frente da ABI até 2016, quando a chapa eleita promete implementar o voto eletrônico. A novidade, cujo objetivo é corrigir a distorção que hoje limita ao espectro regional o foro de decisões da instituição, acabou tendo de ser adiada por causa da ação movida por representantes da chapa Prudente de Morais, que postularam a realização das eleições apenas no Rio de Janeiro.

Atualmente, o jornalista é contratado da TV Record. Em sua carreira, Domingos Meirelles, de 74 anos, já foi condecorado com dois prêmios Esso e três Wladimir Herzog de Direitos Humanos. O novo presidente também é escritor, já tendo conquistado dois prêmios Jabuti em 1996 e 2006 pelos livros “As Noites das Grandes Fogueiras – Uma História da Coluna Prestes” e “Os Órfãos da Revolução”, respectivamente.

Judicialização do pleito

A crise eleitoral na ABI teve início em abril de 2013, quando a chapa Vladimir Herzog alegou que era vetada pelo estatuto da instituição a participação de associados inadimplentes na eleição, pois um dos integrantes da Prudente de Morais estaria com mensalidades atrasadas. Com isso, o então presidente Maurício Azêdo pagou em 11 de março, com cheque próprio, a dívida de 17 dos 51 integrantes de sua chapa.

O grupo adversário tentou fazer o mesmo com seus inadimplentes. A atual direção, porém, argumentou que já havia expirado o prazo para a inscrição. A chapa Herzog reclamou que não foi informada sobre a data-limite para o registro e que a cobrança de dívidas deveria ser individual, por meio de boleto bancário, diferente do ocorrido com a chapa de Azêdo. Após decisão judicial, Meirelles tornou-se diretor econômico-financeiro da entidade, que tinha o vice de Azêdo, Tarcísio Holanda, como presidente.

Depois da morte de Azêdo em outubro de 2013, o cargo foi ocupado pelo conselheiro Fichel Davit Chargel por pouco mais de três meses. Em fevereiro de 2014, o recurso da ABI, impetrado ainda no tempo de Azêdo, foi derrubado e a juíza da 8ª Vara determinou o afastamento da diretoria eleita em 2013 e determinou o retorno da chapa Vladimir Herzog ao comando da entidade.

Chapa Vladimir Herzog

Diretor Presidente – Domingos Meirelles/Diretor Vice Presidente – Paulo Jeronimo de Sousa/ Diretor Administrativo – Orpheu Santos Salles/ Diretor Econômico-Financeiro – Ana Maria Costábille/ Diretor de Cultura e Lazer – Jesus Chediak/ Diretor de Assistência Social – Arcírio Gouvêa/ Diretor de Jornalismo – Eduardo Cesário Ribeiro .

Conselho Consultivo:Alberto Dines, Audálio Dantas, Ferreira Gullar, Juca kfouri, Cícero Sandroni, Hélio Fernandes, Ziraldo.

Conselho Fiscal: Arnaldo César Jacob, Jorge Ribeiro, Lindolfo Machado, Luiz Carlos Chesther de Oliveira, Geraldo Pereira dos Santos, Rosângela Amorim, Paulo Roberto Gravina.

Conselho Deliberativo (Efetivos) 2013/2016:Aziz Ahmed, Flávio Tavares, Jesus Antunes, Lima de Amorim, Bernardo Cabral, Jorge de Miranda Jordão, Sérgio Gomes (Serjão), Andrei Bastos, Paulo Gomes Neto, Austrégesilo de Athayde Filho, Ralph Lichote, Silvestre Gorgulho, Elio Maccaferri, Antônio José Ferreira Carvalho e Udson da Silva de Oliveira

Conselho Deliberativo (Efetivos) 2014-2017: Ricardo Kotscho, Milton Coelho da Graça, Anna Lee, Joseti Marques, Moura Reis, Tarcísio Baltar, Nivaldo Pereira, Carlos Chaparro, Luthero Maynard, Daniel Mazola, Amiccucci Gallo, Oswaldo Augusto Leitão, Siro Darlan, Jeronimo do Espírito Santo e Fábio Costa Pinto.

Conselheiros Suplentes 2013/2016: Adalberto Diniz, Adilson Ribeiro, Carlos Alberto da Rocha Carvalho, Carlos Di Paola, Terezinha Santos, João Luiz Dória, Maurício Max, JL Costa Pereira, Luarlindo Ernesto, Marcia Guimarães, Carlos Newton, Moysés Chernichiarro Corrêa, Raul Silvestre, Reinaldo Leal, Wilson Alves Cordeiro.

Conselheiros Suplentes 2014-2017: Lourival Marques Bogea, Petrônio Souza Gonçalves, Elisabete Burlamarqui, Ilma Martins da Silva, Vilson Romero, Bonifácio Rodrigues de Mattos (Ikenga), Claudinéia Lage, JB Serra e Gurgel, José Carlos Machado, Jayme Gama, Érika Branco, Luiz Wanderley da Silva, Roberto Martins, Tiago Santos Salles, Wilson Carvalho.

Conheça as propostas da chapa vitoriosa:

1) Assistência médica e outros benefícios

Ambulatório na ABI

Seguro de vida e outros benefícios

Novos convênios Médico-hospitalares

2) Uma nova administração

Gestão compartilhada

3) Geração de empregos

Revitalização da Imprensa do Interior

Cadernos de Jornalismo ABI

Cursos Livres

4) Atividades Culturais

Sessão Livre

5) Um novo pacto social

Criação de um Fórum de Políticas Públicas

6) Valorização do Patrimônio recuperação do Edifício-sede

 

*Informações da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Folha de S. Paulo e Portal Imprensa.

Textos relacionados: