ABI BAHIANA

Em cerimônia restrita, toma posse a nova diretoria da ABI

Exatamente há 90 anos, a Câmara Municipal de Salvador se fez palco para a posse da primeira diretoria da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), cuja presidência era ocupada por Altamirando Requião. Na manhã deste 10 de setembro, foi a vez de outros atores assumirem o Conselho Diretivo da ABI, em uma posse marcada pelo ineditismo da transmissão ao vivo pelo Youtube (assista aqui). Uma cerimônia restrita a poucos convidados, por causa da pandemia de Covid-19, reuniu no auditório da entidade, no Centro Histórico da capital baiana, profissionais da imprensa, autoridades públicas e representantes do segmento da cultura.

Eleita para o biênio 2020-2022, no último dia 31 de agosto, a Chapa Cervantes tem como presidente o jornalista Ernesto Marques, que sucede a Walter Pinheiro. A vice-presidência passou para o jornalista e escritor Luís Guilherme Pontes Tavares. Os diretores assumem o compromisso com a luta em defesa das liberdades democráticas e do livre exercício das atividades da imprensa, valores que pautaram a ABI ao longo de sua história.

Walter Pinheiro e Ernesto Marques | Foto: Fábio Marconi

Walter Pinheiro, agora presidente da Assembleia Geral da ABI, relembrou conquistas de sua gestão, como a recente reimplantação do Museu de Imprensa, e mostrou entusiasmo com a nova diretoria. “Ernesto já acumula 18 anos na ABI, tem inúmeros e importantes serviços prestados à Associação. Sua gestão já começou com a formação de um Conselho Diretor de alto nível”, salientou o jornalista.

Em um discurso forte e emotivo, o jornalista e radialista Ernesto Marques enfatizou o clima de harmonia da passagem de bastão, a necessária mudança de cultura geracional e reverenciou personagens centrais para a história da ABI, a exemplo de Ranulfo Oliveira, Thales de Freitas e Samuel Celestino, que presidiu a ABI por 25 anos. O novo presidente expressão gratidão e admiração a Walter Pinheiro. “Sob a liderança serena de Walter Pinheiro aprendemos que qualquer assunto é possível”. Baiano de Ipirá, Marques fez do pronunciamento de posse um mergulho em sua trajetória familiar e profissional, destacando vivências e memórias.

Foto: Fábi Marconi

Vozes femininas

A presença feminina em funções executivas é um traço da atual gestão: Sara Barnuevo, na Secretaria-geral; Suzana Alice Pereira, na Primeira Secretaria, e Simone Ribeiro, no Departamento de Divulgação. Julieta Isensée segue como suplente da Mesa da Assembleia-Geral. Helô Sampaio estará no Conselho Fiscal, Suely Temporal, no Conselho Consultivo, e Amália Casal Rey, como Suplente da Diretoria de Patrimônio.

Foto: Fábio Marconi

A jornalista Simone Ribeiro estará à frente do Departamento de Divulgação da ABI. “A ABI, ao longo dos seus 90 anos, teve mulheres em seu quadro de associados, algumas com destaque em suas profissões, no campo das artes e da cultura, mas essa diretoria encabeçada por Ernesto, e com o apoio do ex-presidente Walter Pinheiro, talvez dedique à mulher um espaço inédito”, observou. De acordo com a diretora, a maior presença feminina irá repercutir não apenas na gestão, mas na proposição de debates pautados nas lutas da mulher jornalista no mercado de trabalho.

“São mulheres com carreira no mercado e que têm muito a contribuir para a gestão que chega. Nós, mulheres, temos um olhar mais sensível e diferenciado. Tenho certeza que teremos uma administração muito positiva nesse aspecto”, destaca Sara Barnuevo, a nova secretária-geral.

“A presença de mais mulheres na diretoria da ABI é um sinal de avanço concreto, porque não adianta a gente falar em igualdade de gênero, de ocupação de espaços entre homens e mulheres, e não tornar isso prático. Então, quando você traz efetivamente mais mulheres na diretoria com funções de destaque e importância, você está tornando prático seu discurso”, avaliou Moacyr Neves, presidente do Sinjorba – Sindicato dos Jornalistas do Estado da Bahia. Para ele, a ABI deve crescer com a presença de Ernesto na presidência.

O jornalista Pacheco Maia, secretário municipal de Comunicação (Secom/PMS), falou de sua expectativa com a diretoria empossada. “A ABI chega a quase cem anos mostrando a necessidade de renovar e um novo presidente representa isso, a renovação dessa instituição de grande relevância para a sociedade baiana. A imprensa é um pilar da democracia”, afirmou. Ele acredita que a nova gestão abrirá novos horizontes. “Ernesto é muito empenhado em realizar as coisas. É um renascimento, novo ânimo, nova força. Espero que a gente possa contar com a ABI, que ela continue contribuindo para o avanço da nossa sociedade, fortalecendo a democracia. Que se faça cada vez mais forte a sua voz nesse diálogo com o poder público”, concluiu Maia.

Foto: Fábio Marconi

Gardênia Duarte, desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), enalteceu a atuação da ABI e reforçou o seu compromisso de zelar pela liberdade de imprensa e combater o cerceamento ao trabalho dos profissionais do setor. Ela destacou o posicionamento do presidente do TJ-BA, desembargador Lourival Trindade, que desejou que a ABI “continue trilhando o retilíneo caminho da boa informação, sempre comprometida com os valores mais caros e sacrossantos da democracia”.

Também prestigiaram o evento o desembargador federal Valtércio Oliveira; o advogado Antônio Luiz Calmon Teixeira, 2º vice-presidente do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB); a educadora Cybele Amado, diretora-geral do Instituto Anísio Teixeira e esposa do novo presidente da ABI; o coordenador do Projeto Cultural Cantina da Lua, Clarindo Silva; o presidente do Sinjorba, Moacy Neves; o Capitão de Mar e Guerra Leonardo Silva Reis, representando o comandante do 2º Distrito Naval vice-almirante André Luís Silva Lima; e o general Leonel Filho, comandante da 6ª Região Militar-Região Marechal Cantuária.

Confira abaixo a nova composição da Diretoria da ABI:

ASSEMBLEIA GERAL

Presidente –  Antônio Walter dos Santos Pinheiro

Vice-Presidente  – Sérgio Augusto Soares Mattos

Secretaria   José Valter de Lessa Pontes

Suplente – Eliezer Varjão Bomfim

Suplente – Julieta Miranda Isensée

DIRETORIA EXECUTIVA

Presidente: Ernesto Dantas Araújo Marques

1º Vice-Presidente: Luís Guilherme Pontes Tavares

2º Vice-Presidente: Florisvaldo Mattos

Secretário Geral: Sara Barnuevo

1º Secretário: Suzana Alice Pereira

2º Secretário: Romário Costa Gomes

Diretor Financeiro: Antônio Pereira de Matos Júnior

Diretor Patrimônio: Raimundo Marinho dos Santos

Suplente: Arthur Andrade

Suplente: Amália Casal Rey

Suplente: Luiz Henrique Sá da Nova

CAIXA DE ASSISTÊNCIA

Presidente: Raimundo de Campos Vieira

Secretário: Benevaldo Amorim dos Santos Silva

Tesoureiro: Valter Xéu

DEPARTAMENTOS:

Cultura: Nélson Varón Cadena

Social: Nelson José de Carvalho

Divulgação: Simone Ribeiro

Casa De Ruy Barbosa: Jorge Luiz Ramos

CONSELHO CONSULTIVO

1.Joaci Góes

2.Jolivaldo Freitas

3.Valber Roberto Carneiro Carvalho

4. Suely Maria Temporal Soares

5.Carmelito Walter de Almeida

Suplente: Paulo Nunes

Suplente: Isidro Octávio Amaral Duarte

Suplente: João Leite

CONSELHO FISCAL:

1.Jorge Vital de Lima

2.José Pedro Daltro Bittencourt

3.Heloísa Gerbasi Sampaio

Suplente: Wilson Luiz Midlej Silva

Suplente: Luiz Hermano Abbehusen

ABI – REGIONAL NORTE/ NORDESTE

Presidente: Jair dos Santos Cezarinho

ABI – REGIONAL SUL

Presidente: Maurício Maron

ABI BAHIANA

Posse da nova diretoria da ABI terá transmissão em tempo real pelo Youtube

Uma cerimônia marcada para as 10h da próxima quinta-feira (10), direto da sede, com transmissão ao vivo pelo Youtube, dará posse à nova diretoria da Associação Bahiana de Imprensa (ABI). Eleita para o biênio 2020-2022, no último dia 31 de agosto, a Chapa Cervantes renovou em um terço os membros da entidade e tem como presidente o jornalista Ernesto Marques, que sucede a Walter Pinheiro. A vice-presidência passou para o jornalista e escritor Luis Guilherme Pontes Tavares.

A presença feminina em funções executivas é um traço da próxima gestão: Sara Barnuevo, na Secretaria-geral; Suzana Alice Pereira, na Primeira Secretaria, e Simone Ribeiro, no Departamento de Divulgação. Julieta Isensée segue como suplente da Mesa da Assembleia-Geral. Helô Sampaio estará no Conselho Fiscal, Suely Temporal, no Conselho Consultivo, e Amália Casal Rey, como Suplente da Diretoria de Patrimônio.

Em seu discurso de posse, o novo presidente irá comentar o clima de harmonia em que transcorreu a assembleia geral para a eleição da nova diretoria da ABI, a renovação de seus membros, a necessária mudança de cultura geracional e a incorporação da tecnologia no “novo normal” que marca o atual momento da casa, 90 anos recém-completados em plena pandemia do novo coronavírus.

Ernesto Dantas Araújo Marques, que ocupava a vice-presidência da ABI, é baiano de Ipirá. Jornalista e radialista, formado pela Faculdade de Comunicação da Ufba. No jornalismo, atuou como repórter nas quatro emissoras comerciais de Salvador e na imprensa sindical. Foi assessor parlamentar, assessor de imprensa do governador Jaques Wagner e secretário de Comunicação de Vitória da Conquista, com o prefeito Guilherme Menezes. Foi também presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Rádio, Televisão e Publicidade e integra a diretoria da Associação Bahiana de Imprensa desde 2002.

Serviço

Cerimônia de posse da nova diretoria da ABI
10 de setembro, às 10h
Transmissão ao vivo pelo Youtube ABI Bahia

ABI BAHIANA

Clima de renovação marca a eleição da nova diretoria da ABI

A Associação Bahiana de Imprensa encerrou o mês do seu aniversário de 90 anos com a Assembleia Geral Ordinária que elegeu por unanimidade, nesta segunda-feira (31), a Chapa Cervantes para o biênio 2020-2022. Única inscrita, a chapa teve como base a atual diretoria, com cerca de 1/3 de nomes novos e a maior participação feminina da história da entidade fundada em 1930. O jornalista Ernesto Marques sucede Walter Pinheiro, que passa a ocupar a presidência da Assembleia Geral da ABI. A posse da nova diretoria está marcada para o dia 10 de setembro.

Presidida pelo jornalista e escritor Florisvaldo Mattos, a Assembleia conheceu e aprovou o relatório de atividades da Diretoria Executiva que encerra o mandato. Walter Pinheiro, presidente da Executiva, apresentou um relatório minucioso da gestão atual e de sua passagem pela presidência da ABI, iniciada em 2011. As contas do exercício 2019-2020 foram discutidas e aprovadas com parecer favorável do Conselho Fiscal. Foi a primeira vez em toda a história da instituição que um processo eleitoral ocorreu online.

No momento mais concorrido, o encontro realizado de forma presencial e também por um aplicativo de videoconferência teve 32 presenças simultâneas. Às 13 horas, após o pronunciamento unânime dos associados participantes, a Assembleia foi suspensa com a retomada dos trabalhos às 16h30, encerrando às 17h. Além da votação online, os associados puderam manifestar o voto por email ou presencialmente, na sede da ABI.

O jornalista Walter Pinheiro, presidente do jornal Tribuna da Bahia, ocupou a cadeira presidencial da ABI durante nove anos e estará agora à frente da Assembleia Geral, órgão supremo presidido atualmente por Samuel Celestino, fundador do site Bahia Notícias. Para ele, o processo de renovação tende a ampliar as atividades. “Novos projetos virão. Ernesto já demonstrou sua competência, seu ânimo, para assim proceder, expandindo a ABI por outros espaços, ampliando o seu quadro social com novos membros, que servirão para revitalizar o comando da nossa ABI”, comemora o dirigente.

Pinheiro agradeceu o trabalho de todos e atribuiu as vitórias alcançadas à harmonia existente na equipe. “Tudo o que foi conquistado se deve à parceria para a expansão da instituição, o seu aprimoramento, culminando agora com a implantação do Museu de Imprensa e lançamento do livro dos 90 anos, previsto para este mês”, afirmou.

Confira abaixo a nova composição da Diretoria da ABI:

ASSEMBLEIA GERAL

Presidente –  Antônio Walter dos Santos Pinheiro

Vice-Presidente  – Sérgio Augusto Soares Mattos

Secretaria   José Valter de Lessa Pontes

Suplente – Eliezer Varjão Bomfim

Suplente – Julieta Miranda Isensée

DIRETORIA EXECUTIVA

Presidente: Ernesto Dantas Araújo Marques

1º Vice-Presidente: Luís Guilherme Pontes Tavares

2º Vice-Presidente: Florisvaldo Mattos

Secretário Geral: Sara Barnuevo

1º Secretário: Suzana Alice Pereira

2º Secretário: Romário Costa Gomes

Diretor Financeiro: Antônio Pereira de Matos Júnior

Diretor Patrimônio: Raimundo Marinho dos Santos

Suplente: Arthur Andrade

Suplente: Amália Casal Rey

Suplente: Luiz Henrique Sá da Nova

CAIXA DE ASSISTÊNCIA

Presidente: Raimundo de Campos Vieira

Secretário: Benevaldo Amorim dos Santos Silva

Tesoureiro: Valter Xéu

DEPARTAMENTOS:

Cultura: Nélson Varón Cadena

Social: Nelson José de Carvalho

Divulgação: Simone Ribeiro

Casa De Ruy Barbosa: Jorge Luiz Ramos

CONSELHO CONSULTIVO

1.Joaci Góes

2.Jolivaldo Freitas

3.Valber Roberto Carneiro Carvalho

4. Suely Maria Temporal Soares

5.Carmelito Walter de Almeida

Suplente: Paulo Nunes

Suplente: Isidro Octávio Amaral Duarte

Suplente: João Leite

CONSELHO FISCAL:

1.Jorge Vital de Lima

2.José Pedro Daltro Bittencourt

3.Heloísa Gerbasi Sampaio

Suplente: Wilson Luiz Midlej Silva

Suplente: Luiz Hermano Abbehusen

ABI – REGIONAL NORTE/ NORDESTE

Presidente: Jair dos Santos Cezarinho

ABI – REGIONAL SUL

Presidente: Maurício Maron

ABI BAHIANA

Museu de Imprensa inicia agendamento de visitas com entrada gratuita

Reaberto nos 90 anos da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), o Museu de Imprensa começa a agendar visitas a partir do dia 31 de agosto, data que coincide com a eleição da nova diretoria da ABI. A reabertura em caráter restritivo visa atender às medidas de isolamento social e combate ao novo coronavírus. O primeiro mês terá entrada gratuita e as visitas devem ser agendadas através do endereço de e-mail: <[email protected]>. 

O novo equipamento cultural entregue pela ABI à sociedade foi instalado no térreo do Ed. Ranulfo Oliveira, sede da instituição, na Praça da Sé (Centro Histórico de Salvador). Na exposição especial de reabertura, cuja curadoria é assinada pelo jornalista e pesquisador Nelson Cadena, o público poderá conferir os painéis com a história da ABI e dos meios impresso, radiofônico e televisivo na Bahia. A mostra traz ainda instrumentos de trabalho jornalístico antigos, como máquinas de datilografia, equipamentos de som e rádio. A programação visual da exposição e do Museu foi realizada por Enéas Guerra e Valéria Pergentino, da Solisluna. A reprodução das fotos é do fotógrafo Nilton Souza.

A museóloga Renata Ramos ressalta a relevância da cultura museística. “O papel do museu é resgatar e reconhecer o Patrimônio Material e Imaterial da sociedade baiana, valorizando suas formas de fazer e viver a cultura”, analisa a responsável pelo Museu e pelo Laboratório de Conservação e Restauro da instituição. Ao lado da técnica em restauro Marilene Rosa, Renata realiza todas as intervenções referentes à conservação, restauração e tratamento arquivístico da rara documentação da imprensa baiana sob tutela da ABI.

A expectativa é grande para que o Museu seja aberto ao público. “Esperamos que tenha bastante visitação, com o devido respeito às medidas de controle da pandemia. Eu estou sonhando com esse Museu agitado, em efervescência. A gente está adotando os protocolos da Prefeitura de Salvador e de todos órgãos de saúde”, garante. A museóloga destaca que foram adotadas placas informativas e uma estratégia para que a visita seja feita com agendamento.

Seguindo as recomendações do Sistema Brasileiro de Museus (SBM), do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e do Ministério do Turismo, os visitantes terão temperatura aferida na entrada do equipamento cultural, bem como terão que atender aos protocolos gerais de distanciamento, usar máscaras, álcool em gel que será disponibilizado pela entidade e evitar proximidade com os demais visitantes e painéis expositivos.

SERVIÇO

Agendamento de visita ao Museu de Imprensa

Através do e-mail: <[email protected]>

Quando: a partir de 31 de agosto

Quanto: Gratuito