ABI BAHIANA

Assembleia Geral da ABI aprova contas do exercício 2017/2018

A Associação Bahiana de Imprensa (ABI) realizou nesta quarta-feira (29) a Assembleia Geral Ordinária da entidade. Na pauta da reunião estavam o Relatório da Anual da Diretoria; o Parecer do Conselho Fiscal sobre prestação de contas do exercício administrativo 2017/2018 e respectivas contas da Caixa de Assistência, que foram aprovadas pelo órgão com função deliberativa.

Jornalista e professor Florisvaldo Mattos, suplente da Assembleia Geral da ABI – Foto: Joseanne Guedes/ABI

Afastado por motivo de saúde, o jornalista Samuel Celestino, presidente da Assembleia Geral da ABI, não pôde comparecer. Os trabalhos foram conduzidos pelo professor Florisvaldo Mattos, suplente da AG, encarregado de abrir a sessão.

Em seguida, o presidente da ABI, Walter Pinheiro, fez a leitura do relatório e agradeceu a todos pelos trabalhos realizados ao longo do ano, “sempre em defesa da liberdade de expressão e das boas práticas profissionais”.

Participaram da sessão os diretores Luís Guilherme Pontes Tavares, Ernesto Marques, Sérgio Mattos, Agostinho Muniz, Valter Lessa, Antônio Matos Jr., Luiz Hermano Abbehusen, Nelson José de Carvalho, Valber Carvalho, Pedro Daltro, Jorge Ramos e, como convidado, o advogado Antônio Luiz Calmon Teixeira.

ABI BAHIANA

Primavera dos Museus: Inscrições abertas para curso de Paleografia na ABI

O Museu de Imprensa da Associação Bahiana de Imprensa (ABI) está participando da 12ª Primavera dos Museus, uma ação promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), de 17 a 23 de setembro. O tema deste ano é “Celebrando a Educação em Museus”. Na programação (aqui) do Museu de Imprensa, estão previstos a “Exposição Berbert de Castro”, curso “Noções de Paleografia” (inscrição aqui), exibição de filmes e uma mesa-redonda sobre “Diversidade nas Escolas”. Toda a programação é GRATUITA e só o curso de paleografia necessita de inscrição.

O curso de paleografia (ementa aqui) será ministrado nos dias 17, 18 e 19 de setembro, das 14h às 16h30, pelos professores Lívia Borges Souza Magalhães e Rafael Barbosa Magalhães, ambos doutorandos pelo Programa de Pós-Graduação em Língua e Cultura do Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia (UFBA) – (currículos aqui). A inscrição para o curso pode ser efetuada de 28 de agosto a 10 de setembro, através do formulário online (aqui) ou na sede da ABI (Praça da Sé).

Do grego παλαιός (antigo) e γραφή (escrita), paleografia é o estudo de textos manuscritos antigos e medievais estuda a origem, a forma e a evolução da escrita, independentemente do tipo de suporte físico onde foi registrada, do material utilizado, do lugar, do povo, ou dos sinais gráficos adotados na linguagem.

Tema – A cada edição da Primavera dos Museus, o Ibram lança um tema para fomentar as discussões e inspirar os eventos propostos pelos museus ou instituições culturais. Este ano o tema é Celebrando a Educação em Museus, que tem como embasamento o Caderno da Política Nacional de Educação Museal (PNEM), lançado no último mês de junho. A publicação aborda o processo de criação da PNEM, bem como os princípios e diretrizes dessa política, que visa nortear gestores, educadores e demais interessados na prática da educação museal. Para a entidade, os museus devem ser reconhecidos como espaços plurais, que propiciam vivências diversas e trocas constantes de conhecimentos e experiências e, nesse sentido, a educação permeia todos os seus cantos. Para saber mais sobre o tema, clique aqui.

Serviço

Curso de Paleografia 

Data: 17, 18 e 19 set
Horário: 14h às 16h30
Inscrição: https://goo.gl/forms/XdDMoEd0jBI37koF3 (período de 28/08 a 10/09) ou presencial na sede da ABI (Rua Guedes de Brito, 1, Edifício Ranulfo Oliveira – Praça da Sé)/ Informações: 3322-6903 ou [email protected] (Renata Ramos – museóloga da ABI)
*Com direito a certificado

Notícias

Salvador sedia Encontro Internacional de Jornalistas de Turismo

Debater a comunicação do turismo nas diversas plataformas e trocar experiências da comunicação do setor com o mercado nacional e internacional. Esse é o objetivo do I Encontro Internacional de Jornalistas de Turismo, realizado pelo FICET– Fórum Internacional de Comunicação de Ecologia e Turismo, de 22 a 26 de agosto de 2018, no Wish Bahia Hotel, em Salvador.

O evento reúne na capital baiana cerca de 100 profissionais de comunicação do turismo do Brasil e exterior, para discutir temas como a influência digital na comunicação do turismo, jornalismo literário, além promover visitas a estabelecimentos e instituições situados em pontos turísticos de Salvador e Região Metropolitana.

De acordo com a organização do evento, a presença dos jornalistas de turismo em Salvador resultará numa divulgação espontânea da cidade, através de reportagens e matérias veiculadas em jornais, revistas, rádios, TVs e Redes Sociais – blogs, sites e outros.  No roteiro das visitas estão a Cidade Baixa, o Corredor da Fé, os bairros do Bonfim, Ribeira, o Centro Histórico da primeira capital do Brasil e o município de Camaçari.

O encontro tem o apoio do CBTUR, Salvador Destination, Secretaria de Cultura e Turismo de Salvador (Secult), Prefeitura Municipal de Camaçari, ABIH/BA, FBHA, Senac, SEBRAE e demais entidades do trade.

*Informações do site Jornal de Turismo

ABI BAHIANA

ABI lamenta a morte do professor Edivaldo Boaventura

A Associação Bahiana de Imprensa (ABI) lamenta a morte do Professor Edivaldo Machado Boaventura, presidente do Conselho Consultivo da instituição. O escritor e ex-diretor do jornal A Tarde faleceu aos 84 anos, na madrugada desta quarta-feira (22), por complicações de um cateterismo realizado na tarde desta terça, 21. Ele deixa a esposa Solange e os filhos Lídia e Daniel Boaventura. O sepultamento será no Cemitério Jardim da Saudade, nesta quinta-feira (23), às 15h.

O presidente da ABI, Walter Pinheiro, ressalta as contribuições do professor para as áreas da educação e da cultura. “Ele é uma figura muito reverenciada em nossa comunidade, em face do seu talento como professor, homem público, jornalista, escritor e imortal, membro da Academia de Letras da Bahia. Uma personalidade merecedora de reverências na sociedade baiana pela idoneidade e dignidade com que sempre atuou, seja em favor da educação, cultura e jornalismo em nosso Estado”.

O dirigente lembrou do convívio com o colega na ABI. “Extremamente cordial, como era da personalidade do professor Edivaldo. Estou abalado com a notícia, mas ele deixa todo esse legado, principalmente em favor da educação e também pela prática da verdade e do bom jornalismo, como sempre lutou, na medida em que esteve à frente do jornal A Tarde. Perdemos mais um grande nome. Prestamos nossas condolências a Solange Boaventura e à família”, completa Pinheiro.

Edivaldo Boaventura nasceu na cidade de Feira de Santana, no dia 10 de dezembro de 1933. Cursou o ensino secundário no Colégio Antônio Vieira, em Salvador, formou-se em direito e ciências sociais, e obteve a livre docência pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Era mestre e PhD em educação pela Universidade Estadual da Pensilvânia (EUA).

A trajetória desse semeador de ideias, descrito por Jorge Amado como “o baiano que possui o mais impressionante curriculum vitae”, está registrada no livro “Um cidadão prestante”, do jornalista, poeta e professor Sérgio Mattos. A obra é uma rica entrevista biográfica, na qual Edivaldo Boaventura reafirma o magistério e a educação como objetivos.