ABI BAHIANA Notícias

Vice-presidente da ABI discute perspectivas da profissão jornalística

Aconteceu no último dia 15 de fevereiro, no auditório da Fundação Hansen um debate sobre as peculiaridades e as perspectivas da profissão de jornalista. O evento contou com a presença do vice-presidente da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), o jornalista Ernesto Marques, que discutiu sobre o mercado de jornalismo na Bahia. O debate fez parte da programação do IV Prêmio Montezuma de Jornalismo Laboratorial.

De acordo com o jornalista, o melhor nicho de mercado atualmente é a assessoria. Para ele, o mercado de jornalismo é muito pequeno e a oferta da mão de obra tem aumentado muito, principalmente, depois do crescimento do número de cursos de jornalismo que são oferecidos, sobretudo, em faculdades particulares.

Ernesto afirma que o mercado jornalístico baiano não tem capacidade para comportar os jornalistas. “O mercado não tem tamanho para segurar e manter nossos talentos”, disse ele.

A perspectiva de crescimento para o mercado apontada pelo presidente da ABI são as assessorias de imprensa e de comunicação. Diferente de alguns, Marques defende o trabalho do jornalista na assessoria. Ele ressaltou que ao contrário do que muitos dizem, o trabalho de assessor não pode ser considerado inferior. “Assessoria não é um trabalho de segunda. Os compromissos éticos são exatamente os mesmos, tanto do jornalista que está na redação quanto o que está na assessoria”, afirmou ele.

Durante a discussão, Ernesto disse que o trabalho de repórter tem que ser valorizado, e que o jornalista não deve ser apenas alguém que recebe uma pauta de seu editor e vai cumpri-la sem questionar, mas um cidadão crítico.

ABI BAHIANA Notícias

Flávia Rosa recebe medalha da Associação Bahiana de Imprensa

 

A Associação Bahiana de Imprensa, ABI, comemora nesta sexta-feira, dia 13 de abril, a “Liberdade – 200 anos de Imprensa na Bahia” e o faz com uma programação que se inicia com a outorga da Medalha Ranulpho Oliveira aos jornalistas João Carlos Teixeira Gomes, Florisvaldo Mattos, João Falcão, fundador do Jornal da Bahia (post-mortem), e ao historiador Luiz Henrique Dias Tavares. Coincidentemente, os quatro são ou foi, no caso de João Falcão, integrantes da Academia de Letras da Bahia, e, mais, à Diretora da Editora Universitária da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA) Flávia Garcia Rosa. A solenidade será no auditório Samuel Celestino, 8º andar do edifício sede da entidade. Em sequência haverá um debate sobre a “Liberdade de Imprensa”, com as participações dos jornalistas Paolo Marconi e Sérgio Mattos. Na terceira parte, programa-se o lançamento do livro “Liberdade com Responsabilidade” e, por último, uma confraternização seguida de um bruch.

ABI BAHIANA Notícias

Inauguração da Sala Roberto Pires na Sede da ABI

Sábado às 15h, teremos a inauguração da Sala Roberto Pires, na sede da Associação Bahiana de Imprensa. Será exibido o filme “Abrigo Nuclear”, seguido de bate-papo com o cineasta André Luiz de Oliveira, que virá de Brasília especialmente para o evento. Este é apenas o início de uma série de Diálogos sobre Cinema, com a exibição de filmes, e bate-papo com cineastas, jornalistas e críticos de cinema.