ABI BAHIANA

Mauris in erat justo. Nullam

http://www.youtube.com/watch?v=zFpsVnhdjBU

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudantium, totam rem aperiam, eaque ipsa quae ab illo inventore veritatis et quasi architecto beatae vitae dicta sunt explicabo.

Nemo enim ipsam voluptatem quia voluptas sit aspernatur aut odit aut fugit, sed quia consequuntur magni dolores eos qui ratione voluptatem sequi nesciunt. Neque porro quisquam est, qui dolorem ipsum quia dolor sit amet, consectetur, adipisci velit, sed quia non numquam eius modi tempora incidunt ut labore et dolore magnam aliquam quaerat voluptatem. Ut enim ad minima veniam, quis nostrum exercitationem ullam corporis suscipit laboriosam, nisi ut aliquid ex ea commodi consequatur? Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem eum fugiat quo voluptas nulla pariatur?

At vero eos et accusamus et iusto odio dignissimos ducimus qui blanditiis praesentium voluptatum deleniti atque corrupti quos dolores et quas molestias excepturi sint occaecati cupiditate non provident, similique sunt in culpa qui officia deserunt mollitia animi, id est laborum et dolorum fuga. Et harum quidem rerum facilis est et expedita distinctio.

Notícias

Durante a Jornada Mundial da Juventude Papa pede por jovens revolucionários

No encontro com os voluntários da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), neste domingo (28/7), no Riocentro, o papa Francisco falou por pouco mais de 10 minutos e agradeceu o trabalho de todos. Em sua mensagem, pediu que os voluntários sejam revolucionários.

“Peço que vocês sejam revolucionários, peço para vocês irem contra a corrente, peço que se rebelem contra essa cultura do provisório. Tenho confiança em vocês em irem contra a corrente. Também tenham a coragem de ser felizes”, disse Francisco.

No início da cerimônia, um jovem brasileiro e uma polonesa agradeceram a presença do papa e a escolha de seus países para sediar a jornada. A Polônia irá sediar o próximo evento em 2016.

“Não podia regressar a Roma sem antes agradecer de modo pessoal e afetuoso cada um de vocês pelo trabalho com que ajudaram os milhares de peregrinos e os detalhes que ajudaram a fazer dessa Jornada Mundial da Juventude um espetáculo belíssimo”, disse. O papa chegou de helicóptero e entrou no pavilhão de papamóvel, sendo aplaudido pelos voluntários.

“Vocês provaram que a maior alegria é dar do que receber”, acrescentou.  E lembrou que os jovens devem seguir seu caminho, de ter uma família ou o sacerdócio. “Cada um tem seu caminho. Alguns são chamados a ter família, com o sacramento do matrimônio. Há quem diga que hoje o casamento está fora de moda. Está fora de moda?”, perguntou o papa. E o público respondeu: não.

Ao final da cerimônia, o pontífice disse que todos podem contar com as orações dele, “pois sei que posso sempre contar com as orações de vocês”. Ele orou e abençoou os voluntários.

Fonte: Tribuna da Bahia

Notícias

Homenagem póstuma ao radialista baiano França Teixeira

“Publicamos dois artigos no site da ABI sobre o radialista baiano França Teixeira falecido no dia 18/07. França Teixeira marcou o rádio baiano de maneira vibrante  e talentosa na transmissão de jogos de futebol e nas resenhas esportivas como poucos nas décadas de 60 e 70. O presidente da ABI jornalista Walter Pinheiro escreveu o artigo “Homenagem a um Guerreiro” e o radialista, publicitário e vice-presidente da Assembleia Geral da ABI José Jorge Randan o artigo “Tributo a França Teixeira”. Os dois foram publicados no jornal Tribuna da Bahia e os republicamos no site da ABI em homenagem saudosa a este radialista de primeiro time”.

Leia

Homenagem a um Guerreiro – Por Walter Pinheiro – 19.07.2013
Tributo a França Teixeira – Por José Jorge Randam – 26.07.2013
Notícias

Alterações no trânsito do Centro Histórico de Salvador ajudam turismo

Sem dúvida, entrar na região do Pelourinho pela porta da frente, ou seja, pela Praça da Sé é muito mais interessante, principalmente para os turistas. Com as inversões de sentido nas ruas do centro da cidade, já não é necessário passar pela estreita e desnivelada Rua do Saldanha para alcançar o principal ponto turístico da cidade. Essa mudança foi bem recebida pela população, apesar de muitos acharem que o trânsito de veículos, em certos pontos modificados, parece confuso.

Além de passar pela Praça da Sé, o turista começa a visita ao Centro Histórico transitando pela Rua Chile, que antes era rota de saída da região. No caminho até o Pelourinho, a paisagem é composta pelo prédio da Câmara Municipal de um lado e o Palácio Rio Branco do outro, sendo, portanto, um caminho mais agradável. Anteriormente, a entrada de carros na região era através da Rua da Ajuda, seguindo pela Guedes de Brito e pela Rua do Saldanha, uma rota apertada, repleta de comércios de material eletrônico e prédios antigos necessitando de reformas. Ou seja, uma entrada para o Pelourinho que poderia ser considera como uma porta dos fundos. O caminho agora é o de saída.

Para André Lopes, gerente do Hotel Bahia Café, localizado em frente à Praça da Sé, a mudança é uma afirmação do bom senso. “Demoraram para perceber que essa deve ser a entrada para o Pelourinho. É lógico, é mais bonito e mais convidativo para os visitantes, apesar dos inconvenientes”, disse se referindo ao problema criado com os táxis. “Como eles estão chegando, passam por aqui quase sempre cheios. Com isso, perdemos a facilidade de encontrar facilmente táxis na Praça da Sé. Agora nossos hóspedes têm que andar até o Terreiro de Jesus, ou ir para a Rua da Ajuda”, explica.

A entrada de veículos para o Terreiro de Jesus através da Praça da Sé é a única unanimidade entre a população sobre as mudanças. Alguns estão achando que o trânsito ficou confuso, o que só será possível evidenciar a partir de hoje, com o primeiro dia útil depois das modificações. “Acredito que vai engarrafar na área da Praça Castro Alves, com as retenções que antes não existiam”, disse o taxista Gilson Costa.

A retenção citada por Costa é fruto da nova sinaleira instalada no encontro entre a Rua Chile e a Rua do Tesouro. Como esta última agora recebe o fluxo de carro que segue para a Castro Alves em direção à Av. Carlos Gomes, o fechar e abrir da sinaleira, segundo o entendimento do taxista, impactará tanto a saída como a entrada de carros na região. “Ao fechar o sinal, vai acumular muitos carros na Rua do Tesouro, que é estreita. E quando abrir, uma retenção na subida da Castro Alves vai acabar engarrafando até a Avenida Sete”, ponderou antes de dizer que somente com o comércio aberto para saber a real situação.

Para o designer Marcos Vasconcelos, a confusão iniciou nesse domingo (28/7) mesmo. Para alcançar seu escritório, localizado na Rua do Tesouro, ele teve que ser orientado pelos agentes da Transalvador. “Além de a rua ter mudado de sentido, tive que estacionar em outra para poder chegar aqui”, conta, apontando que além da inversão de sentido, estacionar ao lado direito da rua, como fazia antes, ficou proibido.

Segundo José Raimundo Silva, agente da Transalvador, que trabalha no setor de programação de semáforos, apenas um novo semáforo foi instalado na região, no encontro da Rua do Tesouro com Rua Chile. “Foi necessário também inverter o sentido de dois semáforos, um ao lado da Prefeitura e outra na Rua da Ajuda”, conta. Ele informou ainda que toda sinalização vertical já foi instalada, faltando ainda parte da horizontal, cuja instalação foi atrasada devido as chuvas.

Fonte: Tribuna da Bahia