Notícias

IGHB promove palestras, lançamento de livro e exposição para comemorar o 2 de Julho

Para comemorar os 198 anos da Independência do Brasil na Bahia, o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia vai promover, de 1º a 27 de julho, palestras, lançamento de livro e exposição no canal youtube e redes como Instagram e Facebook. A agenda será gratuita e estará à disposição do público.

No dia 1º de julho (quinta), às 16h, acontece o lançamento do livro “O processo da Independência do Brasil no Recôncavo Baiano (Política, Guerra e Cultura) 1820-1823” (Edufba), de autoria do historiador cachoeirano Manoel Passos Pereira. A transmissão, pelo canal do Youtube do Instituto, será mediada pelo historiador Jaime Nascimento e terá a participação do jornalista e pesquisador Jorge Ramos, que debaterá com o autor.

Com o tema “A Chama da Esperança”, a edição deste ano homenageia a atuação de nossos heróis da independência, mas reverencia também a todos os profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia do Covid-19. Para marcar o 2 de julho, às 08h, no Largo da Lapinha, será realizado o hasteamento das bandeiras, que contará com a presença do prefeito da capital, Bruno Reis, do governador da Bahia, Rui Costa, do deputado Adolfo Menezes, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia e do presidente do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB), Eduardo Morais de Castro.
Por conta da pandemia, não haverá acesso do público.

Durante a cerimônia, os Caboclos estarão posicionados do lado de fora, vestidos pelo artista plástico João Marcelo, de “Verde Esperança”. Na sequência, a Pira do Fogo Simbólico, aqui nomeada simbolicamente como a “Chama da Esperança”, será acesa por dois profissionais de saúde, em um gesto que representa a luta do povo da Bahia na batalha contra a pandemia. Na ocasião, ainda acontece uma coletiva de imprensa com as autoridades presentes, como também a deposição de flores aos heróis da independência no busto do General Labatut.

A exposição “Personagens da Guerra pela Independência do Brasil”, além de fotografias pertencentes ao acervo do IGHB estarão nas redes sociais de 01 a 10 de julho. O objetivo é proporcionar aos baianos a oportunidade de conhecer de perto as imagens dos homens e mulheres que tiveram um papel decisivo na epopeia do 2 de Julho e que contribuíram, de alguma maneira, para a vitória na guerra que consolidou a Independência do Brasil.

Serão exibidos quadros (com textos descritivos) que retratam as figuras de Maria Quitéria, João das Botas, General Labatut, Lord Cochrane, Joaquim Pires de Carvalho e Albuquerque (Barão de Pirajá), Antonio de Souza Lima, Encourados de Pedrão, Ladislau Titara e José Santos Barreto e Joana Angélica, além de Pedro Rodrigues Bandeira, um dos deputados baianos nas Cortes de Lisboa, na mesma época da guerra.

Quatro palestras e um projeto ligados ao 2 de julho integram a agenda da programação. A primeira será pronunciada pelo professor Alfredo Matta, dia 6 de julho, às 17h, com o tema “Independência da Bahia: projetos concorrentes de futuro dos sujeitos da História”. Nos dias 20 e 27 serão palestrantes os professores Lina Aras (UFBA) e Sergio Guerra Filho (UFRB). “Julhienses – Cartazes em celebração aos heróis do Dois de Julho” é tema de projeto e palestra que serão apresentados pelo designer Daniel Soto Araujo, dia 13 de julho, às 17h (youtube/ighbba).

O também artista visual cria e cola cartazes em grande formato (lambe) sobre o Dois de Julho em Salvador, ocupando vias públicas do Centro Histórico da capital baiana com representações dos personagens da Guerra de Independência do Brasil na Bahia. “Esse projeto pretende permitir que as heroínas e heróis do Dois de Julho estejam ao nosso lado ao longo dos caminhos soteropolitanos nos lembrando e nos inspirando”, explica Daniel, cujos registros, que iniciaram em 2018 estão no instagram @julhienses.

O IGHB promove diversas atividades culturais e é o guardião do Pavilhão 2 de Julho, no Largo da Lapinha, onde estão os dois principais símbolos da maior festa cívica do país: o Caboclo e a Cabocla. Uma das instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA), também tem apoio institucional da Fundação Gregório de Mattos nos festejos do 2 de Julho.

*Informações são do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia

Textos relacionados: