ABI BAHIANA Blog das vidas

Série Lunar 2022 recebe o Madrigal da UFBA

No dia 14 de setembro, o auditório da Associação Bahiana de Imprensa (ABI) vai receber o Madrigal da UFBA, um dos grupos musicais mais antigos no país com atividade ininterrupta. Sob regência do maestro Rafael Garbuio e direção artística do maestro José Maurício Brandão, a apresentação acontece às 19h e traz no programa obras como “Suíte Nordestina”, de Ronaldo Miranda, e “Vamus Aloanda”, de Camargo Guarnieri. Essa é a quinta noite de concerto desta temporada da Série Lunar, projeto criado pela ABI em parceria com a Escola de Música da UFBA (EMUS), que segue até dezembro.

O Madrigal da UFBA é um grupo vocal profissional fundado em 1954, que constitui um importante núcleo de extensão, veículo de comunicação cultural entre a universidade e a comunidade. “É importante ter esse espaço na sede da Associação Bahiana de Imprensa, é uma chance de levar nosso trabalho para fora do espaço da universidade, conversar com outros públicos”, comenta Garbuio. Em mais de seis décadas, o grupo tem realizado inúmeros concertos, participando das montagens de grandes obras do repertório erudito mundial. Participou de importantes eventos e tem realizado inúmeros concertos em diferentes ambientes – teatros, praças públicas, parques, igrejas, escolas etc., apresentando-se com fins beneficentes em hospitais, orfanatos, asilos e abrilhantando, ao longo da sua trajetória, congressos, simpósios, seminários, datas cívicas e religiosas.

“Esse concerto na ABI é muito especial para nós, porque vai ser a primeira vez que voltamos ao palco, de forma completa, desde o início da pandemia”, afirma Rafael Garbuio. Segundo ele, o Madrigal já cantou muito este ano, mas sempre fazendo participações em outros eventos. Para a Série Lunar, o grupo escolheu dois repertórios contrastantes. “Toda a primeira parte será dedicada à música sacra do Renascimento. Vamos trabalhar com dois compositores, o italiano Palestrina e o espanhol Tomás Luis de Victoria, contemporâneos e que desenvolveram um tipo de escrita vocal muito técnica, perfeita, resultando em uma música expressiva”, explica o maestro.

De acordo com Garbuio, o repertório remonta à origem da prática coral como concebemos hoje. Por isso, é valioso para um grupo como o Madrigal, que não tem a participação de instrumentos. Já na segunda parte, o conjunto prestará uma homenagem à prática coral brasileira, com obras de compositores nacionais, da segunda metade do século XX. “São músicas com uma escrita original para coro e muito original da nossa cultura”, observa.

Singularidade – Em seu grande acervo, de importância cultural e histórica, o Madrigal tem obras que provavelmente não poderão ser encontradas em outros locais, visto que existem inúmeros manuscritos originais e arranjos dedicados exclusivamente ao grupo, incluindo várias estreias mundiais, além das primeiras execuções modernas de peças históricas recuperadas. Desde a sua fundação, foram realizadas mais de 3 mil apresentações, sendo dirigido por inúmeros maestros. Além da rotina de concertos, o Madrigal atende aos alunos dos cursos de Composição, executando as suas peças, de Regência e Canto, possibilitando-lhes aprimoramento e prática musical indispensáveis à formação do músico.

As apresentações anteriores da Série Lunar 2022 contaram com o violonista clássico Mario Ulloa, o Quinteto de Sopros da UFBA, o Duo Sá-Cramento e o Duo Tota e Teca. O ciclo segue trazendo grupos da EMUS/UFBA até dezembro, sempre nas noites de lua cheia, com o objetivo de que os convidados possam desfrutar da magnífica vista do oitavo andar no prédio da ABI.

“É maravilhoso termos pela segunda vez em nossa casa o Madrigal da UFBA, que tem uma história brilhante, não apenas aqui na Bahia como em outros estado e no exterior. O grupo é sempre uma atração, por sua alegria, bom gosto e vozes primorosas. Estamos apostando em mais um sucesso de público”, destaca Amália Casal, diretora da ABI e coordenadora da Série Lunar 2022.

Programação Série Lunar 2022:

18/05 – Mario Ulloa ✔

15/06 – Quinteto de Sopros da UFBA ✔

13/07 – Duo Sá-Cramento ✔

17/08 – Duo Tota e Teca (especial 92 anos da ABI) ✔

14/09 – Madrigal da UFBA

11/10 – Duo Cello e Violão (Suzana Kato e Diego Esteves)

09/11 – Orquestra de Violões da UFBA

07/12 – Concerto de Natal

SERVIÇO

Série Lunar – Temporada 2022
Apresenta: Madrigal da UFBA
Quando: 14 de setembro (quarta-feira), às 19h
Onde: Sede da ABI (Rua Guedes de Brito, 1 – Praça da Sé | Edifício Ranulfo Oliveira, 8º andar, Auditório Samuel Celestino