Notícias

Twitter bane jornalista após publicação racista contra atriz

A rede social Twitter baniu o jornalista Milo Yiannopoulos, editor de tecnologia do site Breitbert.com, após publicações racistas contra a atriz americana Leslie Jones, protagonista do novo filme “Caça-Fantasmas”.

Segundo o jornal Público, o jornalista é conhecido por comentários polêmicos e já teve sua conta suspensa diversas vezes. Agora, sua conta foi cancelada. Milo reclamou que a “suspensão foi covarde”, que “confirma o Twitter como um espaço seguro para terroristas muçulmanos e extremistas do Black Lives Matter, mas uma zona interditada para os conservadores”.

Após os ataques racistas, Leslie decidiu abandonar seu perfil oficial no Twitter, na última terça-feira (19/7). “Deixo o Twitter hoje, em lágrimas e muito magoada. Tudo isso por causa de um filme. Podem odiar o filme, mas o que eu passei hoje… está errado”, escreveu.

A americana, conhecida por integrar o elenco de “Saturday Night Live”, foi comparada a gorilas. Internautas citaram o gorila Haramble, que foi abatido após uma criança de quatro anos cair em sua jaula, nos Estados Unidos.

Além disso, foi criada uma conta falsa com o nome da atriz, usada para criticar homossexuais e judeus. Depois dos ataques, colegas de Leslie publicaram mensagens de apoio. O diretor Paul Feig disse que a artista é uma das melhores que já conheceu. “Já qualquer ataque contra ela são ataques contra todos nós”, disse.

*Fonte: Portal IMPRENSA

Textos relacionados: