ABI BAHIANA

Vacinação movimenta ABI no Dia Mundial da Imunização

Nesta quarta-feira (9), Dia Mundial da Imunização, a Secretaria Municipal da Saúde promoveu o terceiro dia de vacinação dos profissionais da imprensa em Salvador. Mais uma vez, a sede da Associação Bahiana de Imprensa funcionou como ponto exclusivo para a categoria. Hoje também é o Dia Nacional de Luta #Vacinaaimprensa, ação convocada pela Fenaj e sindicatos, com o objetivo de ocupar as redes sociais e pressionar as autoridades públicas a continuar garantindo a vacinação da imprensa.

Na Bahia, houve grande adesão ao movimento encabeçado pelo Sinjorba. Profissionais da imprensa, expostos diariamente nas coberturas jornalísticas, vestiram azul e postaram fotos em apoio à campanha de vacinação do segmento. Nesta quarta-feira, passaram pela ABI repórteres fotográficos, cinegrafistas e jornalistas, a exemplo de Camila Marinho, Patrícia Abreu, Murilo Vilas Boas, Acácia Lirya, Reginaldo Ipê, Renata Fedulo, Carolina Parada, entre outros. Todos foram vacinados com a primeira dose do imunizante Oxford/AstraZeneca.

A jornalista Patrícia Abreu vestiu azul e se vacinou na sede da ABI | Foto: Joseanne Guedes

Durante a pandemia, 26 profissionais da imprensa morreram no estado. Outros 400 foram infectados pela Covid-19. Fenaj, Sinjorba e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI) recorreram ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a vacinação do segmento. A petição foi encaminhada ao ministro Dias Tofolli, relator do processo movido pelo Ministério Público do Estado (MP-BA) para impedir a imunização dos profissionais de imprensa.

Jornalistas com mais de 40 anos, além de radialistas, cinegrafistas, fotojornalistas registrados se tornaram prioridade na vacinação contra a Covid-19 na Bahia, depois de decisão tomada no dia 18 de maio, pela Comissão de Intergestores Bipartite (CIB), que reúne os secretários estadual e municipal de saúde.

#VacinaaImprensa

Desde o final de maio, a partir de uma intensa campanha conjunta do Sinjorba, Sinterp e ABI, vários municípios da Bahia organizam seus planos de vacinação para contemplar os profissionais de imprensa, que estão expostos aos riscos de contrair, em suas atividades diárias, o novo Coronavírus. Localidades como Lauro de Freitas, Alagoinhas, Senhor do Bonfim, Bom Jesus da Lapa, Maragojipe, Serrinha, entre outras, já estão com trabalhadores da comunicação social em suas listas de vacinados.

A vacinação dos profissionais de imprensa de Salvador foi iniciada no dia 4 de junho, como fruto de articulação do Sinjorba, com o apoio da ABI e do Sinterp-Ba, junto à Secretaria Municipal da Saúde. No Dia Nacional da Liberdade de Imprensa, 7 de junho, a SMS garantiu mais um vez a montagem do posto na ABI, o que resultou na vacinação de mais de 150 trabalhadores da notícia.

Leia também: Jornalistas se emocionam durante vacinação da categoria na sede da ABI

Ontem (8) a Secretaria Municipal da Saúde realizou o mutirão de vacinação por idade, para pessoas de 53+. Por isso, a vacinação dos profissionais de imprensa foi retomada nesta quarta-feira (9) em todos os postos e também na sede da ABI.

Cadastramento

Na ABI, a vacinação encerra sempre 1h antes dos demais pontos de vacinação. A Secretaria da Saúde divulga ao final de cada dia se a ABI será ponto de vacinação no dia seguinte. Portanto, ao longo da vacinação a entidade não dispõe dessa informação.

Para se vacinar, o profissional de imprensa precisa ter mais de 40 anos, preencher o formulário de disponibilizado pelo Sinjorba (https://bityli.com/TrvOG). Após o pré-cadastramento e verificação das informações fornecidas, as listas são enviadas à SMS, que faz a liberação no seu sistema. É possível verificar se a vacinação já foi liberada no link https://bit.ly/3z0XyPD.

No ato da vacinação, o profissional de imprensa deverá comparecer levando:

1) Documento oficial de identificação com foto;
2)Documento comprobatório do trabalho presencial, atual: último contracheque ou nota fiscal do serviço prestado (ou contrato PJ ou carta da chefia);
3)Documento comprobatório do exercício profissional (pelo menos um deles):

  • Cópia impressa do certificado de conclusão de curso/diploma, ou
  • Registro da SRTE (Secretaria Regional do Trabalho e Emprego, antiga DRT), ou
  • Identidade profissional válida (carteira da Fenaj, por exemplo), ou
  • Carta da empresa que trabalha (modelo abaixo).

OBS: É preciso levar ORIGINAL e CÓPIA IMPRESSA de todos os três documentos. Antes de sair de casa, é importante ter certeza de que seu nome já foi atualizado no sistema da Prefeitura.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

1 – O Sindicato está gerenciando os dados enviados pelos colegas, mas não exerce controle sobre a atualização do sistema da Secretaria da Saúde. É necessário aguardar o nome constar no site da SMS.

2 – Se você já preencheu o cadastro, não repita o processo. A duplicidade do registro gera atraso no envio dos dados para a Secretaria da Saúde.

3 – Não serão vacinados os colegas cujos nomes não constem na lista da Secretaria Municipal da Saúde.

4 – Os profissionais precisam ter mais de 40 anos no ato da vacinação.

5 – A ABI está definida como posto de vacinação SOMENTE para a categoria. A população deve continuar se dirigindo aos outros postos.

OBS:

  • Local de vacinação: Sede da ABI – 2º andar do Edifício Ranulfo Oliveira, na Rua Guedes de Britto, 1 – Praça da Sé (prédio onde funciona a Prefeitura Bairro Brotas-Centro)

Textos relacionados: