Notícias

Folha lança treinamento em jornalismo diário para profissionais negros

As aulas do programa serão online e as inscrições vão até o dia 21 de março

A Folha de S. Paulo abriu inscrições para o Programa de Treinamento em  Jornalismo Diário destinado a profissionais negros. Segundo a empresa, que completou 100 anos em fevereiro, a iniciativa tem o objetivo de incentivar a diversidade na redação do jornal. Com duração de 3 meses, o curso ocorrerá em formato online em função da pandemia causada pela Covid-19. Interessados devem se inscrever até o dia 21 de março. A seleção será feita por meio de prova, dinâmicas e entrevistas.

De acordo com Alexandra de Moraes, editora de Diversidade da Folha, “a iniciativa deve se somar a outras para reduzir a distância entre o perfil da Redação, majoritariamente branca, e o da população num país de maioria negra”. Suzana Singer, responsável pelo treinamento, diz que a Folha quer “aumentar a diversidade na redação a fim de torná-la mais representativa e competente”.

Não é a primeira vez que um treinamento assim é realizado pelo jornal. Em 2016, também com o objetivo de fomentar a heterogeneidade, foi formada uma turma de seniores e trainees com mais de 40 anos que queriam conhecer o jornalismo de perto. De acordo com o veículo, vários deles colaboram com o jornal até hoje. Apesar da oportunidade, a Folha alerta: não há garantia de emprego ao final do treinamento, mas a instituição costuma contratar ou pautar como freelancers os trainees. 

Após o assassinato de George Floyd nos EUA, em maio do ano passado, muitas iniciativas começaram a surgir a fim de tentar diminuir a desiguldade presente em inúmeras empresas de todo o mundo. A Folha afirma fazer parte desse grupo de instituições a fim de reparar minimamente os danos provocados pela desigualdade racial no Brasil.

Saiba Mais Aqui

*Com informações da Folha de S. Paulo,

Textos relacionados: