Notícias

Série gratuita busca “destravar” jornalistas na produção de vídeos

Você tem pânico só de pensar em gravar um vídeo? Nos dias 6, 7 e 8 de abril a Escola Digitalista distribuirá mais uma série de aulas gratuitas e online, para ajudar jornalistas a perderem o “medo” da câmera. ‘Destrave e grave vídeos incríveis como jornalista‘ será dividida em três dias e trará dicas e técnicas que auxiliarão a quem pretende aparecer em produções audiovisuais.

O conteúdo será ministrado pela locutora, apresentadora e repórter Cláudia Zalaquett. O material será gravado e direcionado para jornalistas, mas profissionais de outras áreas também podem participar.

“Nesta era atual de redes sociais, YouTube e lives, produzir conteúdos em vídeo é obrigatório. Sem falar que você também precisa ter habilidade com as câmeras para poder orientar clientes que atende ou na empresa onde atua”, aponta o site da série.

As pessoas interessadas em participar da série ‘Destrave e grave vídeos incríveis como jornalista’ podem fazer a inscrição por meio do site da Escola Digitalista. Apesar de contar com aulas, a série não é considerada um curso e, por isso, não emitirá certificados.

Cláudia Zalaquett é formada em Comunicação Social com ênfase em Rádio e TV pela Universidade Metodista de São Paulo, pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FMU, e especializada em Locução e Apresentação para TV pela Rádioficina.

Trabalha há 15 anos no mercado audiovisual e, nesse período, passou por departamentos de produção em emissoras de rádio, TV e produtoras, entre elas a Rádio Mix, SBT, Floresta, Formata e Conspiração Filmes. Desde 2018, atua como locutora, apresentadora e repórter.

Inscrições aqui.

*Com informações de Julia Renó (Portal Comunique-se)

Notícias

Sinjorba e IBGE promovem curso sobre dados estatísticos e acesso à informação

O Sindicato dos Jornalistas do Estado da Bahia (Sinjorba) completou 70 anos no último sábado (17). Foi em 17 de abril de 1951 que o Ministério do Trabalho concedeu ao Sinjorba a carta sindical, documento oficial que reconhece à organização a condição de sindicato. O ato oficial é um marco na história da entidade, que ao longo dos anos enfrentou os desafios em defesa da profissão. Desde 2019, a gestão presidida por Moacy Neves visa empreender esforços na realização de atividades que envolvam os profissionais do setor. Neste mês comemorativo – tanto ao Dia do Jornalista quanto ao aniversário da entidade -, o Sinjorba vem realizando diversas atividades voltadas para a capacitação da categoria.

Uma delas é a ação promovida pelo Sinjorba em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No dia 24 de abril, das 9h às 12h30, as entidades realizarão o curso “O IBGE e suas Principais Pesquisas – Fonte de Dados Estatísticos”. A iniciativa é gratuita e voltada para jornalistas que atuam em redação de veículos de comunicação ou em assessoria. De acordo com o Sinjorba, o curso “tem como objetivo oferecer um treinamento sobre a interpretação de dados e o acesso às plataformas públicas de informação da instituição”.

O IBGE possui um banco extenso de informações e dados sobre o Brasil, “mas muitos jornalistas simplesmente ainda não acessam este repertório ou não sabem como fazê-lo da maneira mais objetiva”, defende o Sinjorba. Com o curso, os inscritos terão acesso a ferramentas e capacitação que lhes permitirão acessar os dados do IBGE como fonte para suas matérias.

O programa do curso inclui informações gerais sobre o IBGE e suas principais fontes de dados estatísticos econômicos e sociodemográficos (Censo), uma visita ao site do Instituto (https://www.ibge.gov.br), aula sobre o Sistema SIDRA (https://sidra.ibge.gov.br) e exercícios práticos. A capacitação terá emissão de certificado a todos participantes. São 40 vagas para a primeira turma. Faça sua inscrição aqui.

Live comemorativa

De acordo com o site da entidade, “o Sinjorba vive um momento de retomada de ação após as dificuldades advindas das mudanças no setor de comunicação, da crise de vagas de emprego para jornalistas e da demora do movimento sindical em compreender as transformações no mundo do trabalho e no perfil da categoria, bem como suas implicações sobre os sindicatos”. Hoje, 19 de abril, às 19h30, em comemoração aos 70 anos do sindicato, será realizada a roda de conversa online “Sinjorba 70 anos, experiências e vivências”, com seis ex-presidentes da instituição. Carlos Navarro, Raimundo Lima, Heloísa Gerbasi, Jorge Ramos, Alberto Freitas, Kardé Mourão e Marjorie Moura compõem o encontro transmitido pelo canal do YouTube do Sinjorba.

Notícias

Folha lança treinamento em jornalismo diário para profissionais negros

A Folha de S. Paulo abriu inscrições para o Programa de Treinamento em  Jornalismo Diário destinado a profissionais negros. Segundo a empresa, que completou 100 anos em fevereiro, a iniciativa tem o objetivo de incentivar a diversidade na redação do jornal. Com duração de 3 meses, o curso ocorrerá em formato online em função da pandemia causada pela Covid-19. Interessados devem se inscrever até o dia 21 de março. A seleção será feita por meio de prova, dinâmicas e entrevistas.

De acordo com Alexandra de Moraes, editora de Diversidade da Folha, “a iniciativa deve se somar a outras para reduzir a distância entre o perfil da Redação, majoritariamente branca, e o da população num país de maioria negra”. Suzana Singer, responsável pelo treinamento, diz que a Folha quer “aumentar a diversidade na redação a fim de torná-la mais representativa e competente”.

Não é a primeira vez que um treinamento assim é realizado pelo jornal. Em 2016, também com o objetivo de fomentar a heterogeneidade, foi formada uma turma de seniores e trainees com mais de 40 anos que queriam conhecer o jornalismo de perto. De acordo com o veículo, vários deles colaboram com o jornal até hoje. Apesar da oportunidade, a Folha alerta: não há garantia de emprego ao final do treinamento, mas a instituição costuma contratar ou pautar como freelancers os trainees. 

Após o assassinato de George Floyd nos EUA, em maio do ano passado, muitas iniciativas começaram a surgir a fim de tentar diminuir a desiguldade presente em inúmeras empresas de todo o mundo. A Folha afirma fazer parte desse grupo de instituições a fim de reparar minimamente os danos provocados pela desigualdade racial no Brasil.

Saiba Mais Aqui

*Com informações da Folha de S. Paulo,

Notícias

Reuters abre treinamento para recém-formados e estudantes

O programa Reuters Journalism Internship está com inscrições abertas. A oportunidade para participar do treinamento que será realizado a partir de junho de 2018 nos escritórios do veículo em Nova York e Washington é destinada a estudantes e recém-formados. O estágio exige alguma experiência em jornalismo, excelente escrita e habilidades de comunicação.

Durante 10 semanas, o programa da Reuters oferece cursos em reportagens nas editorias de negócios, política e geral. Cada participante terá um editor sênior, além de um mentor que ficará responsável pela orientação durante o estágio.

Ainda que a oportunidade tenha como foco os escritórios de Nova York e Washington, não está descartada a possibilidade de existir vagas em Toronto, Cidade do México e São Paulo. Para participar da seleção, o interessado deve acessar este link. O prazo para inscrição é 1° de dezembro.

*Informações do Portal IMPRENSA