ABI BAHIANA Notícias

Personalidades e instituições recebem Comenda do Mérito Cultural na Bahia

DEU NA SECULT (Secretaria de Cultura do Estado). No Dia Nacional da Cultura, quarta-feira (05), no palco do Teatro Castro Alves (TCA) pela primeira vez a Secretaria de Cultura (SecultBA), premiou instituições e personalidades com a  Comenda do Mérito Cultural da Bahia em reconhecimento à contribuição e valorização da cultura no estado. Um espetáculo multimídia, com a direção de Elísio Lopes Júnior e a participação de artistas como Carlinhos Brown, Laila Garin, Saulo e Rebeca Matta que conduziram a entrega das distinções.

 A homenagem será anual mas, excepcionalmente nesta primeira edição, foram entregues 30 comendas. Os homenageados são divididos em três categorias, cada uma delas contendo dez integrantes: Júnior, Sênior e Póstuma.

Na categoria Júnior, destinada a personalidades ou instituições em ascensão no cenário cultural, receberam a Comenda: a Associação Cultural de Preservação do Patrimônio Bantu – ACBANTU, o dramaturgo, escritor e ator Aldri Antonio Alves da Anunciação, o poeta e escritor Aleilton Fonseca, o centro de conhecimento, cultura e inclusão social Cidade do Saber, localizado em Camaçari, o Circo do Capão, o diretor teatral Fernando Guerreiro, atual diretor da Fundação Gregório de Mattos, a atriz e cantora Laila Garin, o maestro Ricardo Castro e a Orquestra Santo Antônio, de Conceição do Coité e o músico Carlinhos Brown.

O cantor Carlinhos Brow disse no evento que “os artistas que receberão a Comenda demonstram também que vale a pena ser intérpretes culturais da sua comunidade e revelar conteúdos tão eficientes e, muitas vezes, inéditos ao mundo. Muito obrigado meu estado, meu país e, sobretudo, às pessoas que têm colaborado para que toda essa oralidade cultural que tenho como herança venha a se tornar algo prático e fazer com que isso acenda nos outros que é possível conseguir e que aqui tem, sim, solução”.

Na categoria Sênior, que contempla nomes de relevância incontestável para a cultura baiana, foram agraciados a Associação Cultural Bloco Carnavalesco Ilê Aiyê, o professor e historiador Cid Teixeira, o músico Elomar Figueira Mello, o escultor, curador e museólogo Emanoel Alves de Araújo, o cantor, compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil, o professor e cineasta Guido Araújo, a Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte, a ialorixá e escritora Mãe Stella de Oxóssi, a escritora e poeta Myriam Fraga e o Teatro Vila Velha.

Já a Comenda da categoria Póstuma foi entregue aos familiares dos agraciados de reconhecida atuação em prol da cultura baiana: o arquiteto Diógenes de Almeida Rebouças, o músico Dorival Caymmi, o médico, criador e reitor da então Universidade da Bahia, Edgard Santos, o cineasta Glauber Rocha, o escritor João Ubaldo Ribeiro, o escritor Jorge Amado, o artista plástico, escritor e sacerdote afro-brasileiro Mestre Didi, os mestres fundadores da Capoeira Pastinha e Bimba, o geógrafo Milton Santos e o produtor, dramaturgo e ator Ruy Cezar.

A entrega das Comendas do Mérito Cultural da Bahia no Teatro Castro Alves teve a montagem de espetáculo com uma instalação plástica especialmente concebida por Renata Mota, coreografia de Zebrinha, direção musical de Jarbas Bittencourt, iluminação de João Batista, figurinos de Zuarte Jr e Carine Cedrashi, e trabalho de VJ de Gabiru.

Informações da SecultBA