Notícias

5 filmes sobre jornalismo para assistir no final de semana

A Bahia decretou lockdown neste final de semana, com o objetivo de conter as aglomerações que deixam a população mais suscetível à contaminação por Covid-19. Quem não presta serviço essencial, é obrigado a ficar em casa. Pensando nisso, separamos 5 filmes, entre ficção e documentários, que retratam o cotidiano do jornalismo, ofício frequentemente retratado pelo cinema. Se você é estudante ou profissional da imprensa – ou se interessa pela atividade da imprensa – aproveite!

Conspiração e Poder – baseado em fatos reais, o filme conta o escândalo envolvendo a jornalista Mary Mapes em 2004 que manchou a reputação do âncora Dan Rather. De acordo com crítica publicada no jornal Toda Hora, a obra  levanta “discussão sobre a veiculação de notícias sem a devida checagem das informações e lançar luz às informações que motivaram o escândalo, outros pontos polêmicos, como sexismo, posicionamento político, manipulação, são retratados”. 

Imagem do documentário “Amanda Knox”

Amanda Knox – o documentário americano publicado em 2016 conta a história de Amanda Knox, mulher absolvida da acusação de assassinato de Meredith Kercher em 2007, na Itália. A trama conta como o ato falho do Estado e ainda, a abordagem jornalística levou Amanda a sofrer uma condenação considerada sexista anos após o caso.

The Post “A Guerra Secreta” – A luta do The Washington Post e The New York Times para publicar documentos secretos contendo revelações sobre o envolvimento norte-americanona Guerra do Vietnã é tema central do longa “A Guerra Secreta”. Este filme concorreu a seis categorias no Globo de Ouro e concorreu ao Oscar na categoria de “Melhor Filme” em 2018. Estrelado por Meryl Streep e Tom Hanks, o filme levou o Prêmio Paul Selvin uma nomeação especial concedida pelo ‘Writers Guild of America’ à roteiros que “melhor personificam o espírito dos direitos e liberdades constitucionais e civis que são indispensáveis ​​à sobrevivência dos escritores livres”. 

O Bom Sam – Kate Bradley (Tiya Sircar) é uma repórter que precisa desvendar a história de uma mulher que recebeu um saco de dinheiro de um bom samaritano. O filme busca abordar até que ponto alguém pode ser bom sem nenhuma expectativa de reciprocidade. Embora o longa de ficção não tenha sido muito aclamado pela crítica, aborda os processos de investigação de uma reportagem. 

Òlòtūré “Por Uma Vida Melhor” – O filme de ficção nigeriana  acompanha a jornalista Òlòtūré (Sharon Ooja) protagonista do filme na região de Lagos. Disfarçada de profissional do sexo cujo objetivo é  denunciar a situação de prostituição e o tráfico de mulheres nigerianas. Em seu lançamento, o longa chegou a desbancar o sucesso de Enola Holmes, fixando-se em alguns dias no Top10 de mais assistidos na plataforma de streaming no Brasil.