Notícias

Jornalista kosovar é ameaçado de decapitação; RSF expressa preocupação

DEU NO PORTAL IMPRENSA

O jornalista kosovar Visar Duriqi, especializado em questões políticas ligadas ao Islã, disse que recebeu ameaças de decapitação por fundamentalistas de seu país no dia seguinte à execução do repórter americano Steven Sotloff, por integrantes do Estado Islâmico (EI). De acordo com a AFP, estimativas dos serviços de segurança apontam que cerca de 150 kosovares estão engajados aos jihadistas na Síria. “Recebi várias ameaças, principalmente pelo Facebook. Algumas me ameaçavam de decapitação”, disse Duriqi.

Leia também: 

O trabalho do repórter sobre o extremismo religioso tem sido uma fonte de irritação entre os círculos radicais. Em uma série de artigos, ele descreveu a maneira como os jovens muçulmanos kosovares são doutrinados antes de serem incentivados a participar de grupos extremistas na Síria.

A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) expressou, por meio de comunicado, sua preocupação com as ameaças ao jornalista e solicitou que o ministério do Interior do Kosovo lhe forneça proteção. A situação de Duriqi é “muito preocupante e as ameaças devem ser levadas a sério”, pontuou o secretário-geral da RSF Christophe Deloire ao pedir uma investigação que identifique os autores das ameaças.