Notícias

ABI recebe homenagem da Assembleia Legislativa na manhã desta quinta (8)

A Associação Bahiana de Imprensa (ABI) será homenageada pela Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), nesta quinta (8), em alusão ao aniversário de 85 anos da entidade, comemorados no dia 17 de agosto. A sessão especial será realizada às 9h30, no Palácio Dep. Luis Eduardo Magalhães. Para o presidente da ABI, Walter Pinheiro, é um momento de relembrar todos os importantes integrantes da história dessa instituição que surge em 1930, exatamente para lutar pelas liberdades de expressão e de imprensa, e zelar pelo respeito às leis estabelecidas. “Quando a Assembleia Legislativa, que é o poder que vem do povo, presta a homenagem a ABI, nós nos sentimos também avalizados por essa manifestação popular. Isso é a causa de todo o orgulho, toda a honra e alegria que sentimos”. O jornalista e pesquisador Nelson Varón Cadena será o orador convidado. Ele é autor de levantamento histórico da instituição e prossegue estudando o tema.

Foto_Joseanne Guedes/ABI
Sede da ABI, na Praça da Sé

Walter Pinheiro reforça o compromisso da entidade na luta para que a verdade, a liberdade de imprensa, a liberdade de expressão e os direitos humanos se mantenham vivos. “Evidente que envolve todos aqueles que já passaram pela ABI e que estão na ABI. Pessoas marcantes, como foram seus fundadores e presidentes”. De acordo com o presidente, reeleito para mais um biênio, a instituição se mostra mais amadurecida, fortalecida e consciente da importância do seu papel histórico na consolidação da democracia no país.

Integrante da diretoria desde 1986, ele esteve à frente da Tesouraria até ser eleito presidente em 2011 e assegura que permanece “preocupado com o combate a qualquer ato que compreenda censura ou possa caracterizar garroteamento aos profissionais da comunicação em expressar suas opiniões”. Ele enfatiza que a função da ABI funciona como “um baluarte, tanto na defesa dos jornalistas quanto da cidadania e do Estado como um todo”.

A solenidade é fruto da articulação da deputada Fabíola Mansur, que destaca a natureza democrática da ABI, segundo ela, uma instituição “nascida em ambiente politicamente conturbado e reconhecida nacionalmente por levar destacado conteúdo jornalístico ao leitor baiano”. A parlamentar explica que o objetivo é valorizar a contribuição da ABI, para que a história de luta da instituição não seja esquecida. “Quando se instaurou no Brasil um estado de sítio, a ABI manteve-se sempre nas trincheiras contra a opressão e a censura”.

Ela distingue dirigentes, como o ex-presidente Samuel Celestino, que não se calaram, mesmo quando o direito à informação esteve na mira do poder econômico ou político. “O atual presidente da entidade, o jornalista Walter Pinheiro, vem dando uma enorme contribuição ao jornalismo baiano, também fazendo jus à história da instituição, com uma postura altiva, engajado na defesa da democracia”, conclui.

*Com informações da Tribuna da Bahia e Ascom/Fabíola Mansur