ABI BAHIANA Notícias

ABI critica censura a sites de notícias em Salvador

Diante de decisões judiciais que suspenderam a veiculação de notícias envolvendo o advogado André Godinho, candidato a uma vaga no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a Associação Bahiana de Imprensa (ABI) divulgou duas notas em que diz “estranhar” as ações, que tiveram como alvos os sites noticiosos Bahia Notícias e Bocão News.

Leia a seguir os documentos:

NOTA OFICIAL – Bocão News

A Associação Bahiana de Imprensa estranha  a  decisão liminar  do juiz Givandro José Cardoso, da 3ª Vara Cível e Comercial de Salvador, exarada no último dia 31 de março,  que determinou ao site  Bocão News a retirada imediata  de notícia envolvendo o advogado André Luís Guimarães Godinho.

Para a ABI, o deciso  atenta contra a Liberdade de Imprensa e instaura uma censura prévia, o que não condiz com os preceitos de democracia que regem o Brasil.

Aproveita ainda para manifestar  estranheza sobre esse tipo de processo, diante da clara posição do STF, através de sua Presidente Cármen Lúcia, no julgamento de casos que ameaçam a Liberdade de Expressão.

Em razão disso, mantem-se na expectativa de que tal liminar seja revista, em salvaguarda da prática do livre jornalismo.

Salvador, 3 de abril de 2017

Walter Pinheiro – Presidente

______________________________

NOTA OFICIAL – Bahia Notícias

A Associação Bahiana de Imprensa estranha a decisão liminar da juiza, CARLA TEIXEIRA CEARÁ, exarada neste domingo, 2 de abril , que determinou ao site Bahia Notícias a retirada imediata de matéria envolvendo o advogado André Luís Guimarães Godinho.

Para a ABI, o deciso atenta contra a Liberdade de Imprensa e instaura uma censura prévia, o que não condiz com os preceitos de democracia que regem o Brasil.

Aproveita ainda para manifestar estranheza sobre esse tipo de processo, diante da clara posição do STF, através de sua Presidente Cármen Lúcia, no julgamento de casos que ameaçam a Liberdade de Expressão.

Em razão disso, mantem-se na expectativa de que tal liminar seja revista, em salvaguarda da prática do livre jornalismo.

Salvador, 3 de abril de 2017

Walter Pinheiro

Presidente