Notícias

Curso online do Knight Center ensina jornalistas a fiscalizar gastos públicos

A fiscalização de gastos públicos é essencial para os profissionais da imprensa e desempenha papel fundamental no exercício da democracia, principalmente em período eleitoral, quando o jornalismo político ganha ainda mais destaque no noticiário. Pensando nisso, com apoio do Google News Lab, o Knight Center para o Jornalismo nas Américas abriu inscrições para um novo curso gratuito em formato MOOC (abreviação de Curso Online Aberto e Massivo).

O treinamento “No rastro do dinheiro público: Como fiscalizar gastos da União, estados e Municípios” prevê aulas com duração de quatro semanas e começam no dia 07 de setembro. As inscrições são automáticas na plataforma Moodle. O curso é ministrado por Gil Castello Branco, economista, fundador e secretário-geral da Associação Contas Abertas. Natália Mazotte, diretora da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), e Carlos Brenner, vice-secretário-geral da Associação Contas Abertas, também instruirão as aulas. 

De acordo com o Knight Center, além de videoaulas, leituras, fóruns de discussão e questionários, o MOOC propõe encontros virtuais semanais por meio do Google Meet. 

*Com informações da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji)

Geral Notícias

Programa ‘Correio de Futuro’ abre inscrições para estudantes de Jornalismo

Estão abertas as inscrições para a 12ª turma do programa Correio de Futuro, iniciativa do jornal Correio* com objetivo de aprimorar a formação dos estudantes de Jornalismo, revelar novos talentos e servir como um laboratório de inovação na busca de linguagens para plataformas multimídia (vídeo, fotografia, redes sociais, podcasts). O programa, que tem apoio da Faculdade Social da Bahia (FSBA) e patrocínio da Odebrecht, está aberto a estudantes de Jornalismo de instituições públicas ou privadas, que estejam cursando a partir do 4º semestre.

Para se inscrever, é preciso preencher o formulário (aqui) e responder “Por que quero participar do programa Correio de Futuro?” em texto de até 20 linhas, que servirá como etapa inicial do processo seletivo. Os pré-selecionados serão chamados para uma prova prática. A prova consiste de entrevista coletiva – entrevistado e tema serão divulgados pouco antes – em que os candidatos serão os repórteres.

Nesta fase, além de produzir uma reportagem, os candidatos poderão anexar produtos digitais – foto, áudio ou vídeo – ou indicar o que poderia ser acrescentado para um produto multimídia. A fase final terá entrevista pessoal com os estudantes mais bem avaliados: a turma pode ter até oito vagas.

O programa tem duração de três meses. Neste período, os estudantes selecionados participam de encontros com editores e repórteres e acompanham a rotina tanto do jornal impresso quanto do site do CORREIO, sob a supervisão de professores de Jornalismo e de profissionais do jornal.

Os selecionados vão receber uma bolsa auxílio. A carga horária será de 30 horas semanais. Em caso de dúvida, os estudantes podem fazer contato com o programa através do email: [email protected]