Notícias

“New York Times” instala equipe no México e lança página em espanhol

O jornal The New York Times lançou na última segunda-feira (8/2) uma versão em espanhol de seu site. Além de traduções das reportagens em inglês, o portal contará com textos originais, elaborados por uma equipe baseada na Cidade do México. Diferentemente de sua página original, o conteúdo da nova versão será totalmente gratuito, sem o chamado paywall — que restringe a dez o número de textos que podem ser acessados durante o mês por não-assinantes.

A equipe instalada na capital mexicana é composta por sete jornalistas. O site também terá participação de correspondentes nos países vizinhos, como Brasil, Venezuela e Argentina. “Nossa missão é oferecer jornalismo de alta qualidade todos os dias”, ressaltou Lydia Polgreen, editora adjunta do serviço internacional do NYT, em carta de apresentação.

A primeira grande cobertura será a visita do papa Francisco ao México, marcada para a próxima sexta-feira (12/2). O pontífice ficará no país até o dia 17 deste mês. A equipe também deve se dedicar a análises em espanhol sobre as eleições americanas.

Fonte: Portal IMPRENSA

Notícias

Governo afegão expulsa jornalista do The New York Times do país

DEU NA ABI – Associação Brasileira de Imprensa

As autoridades afegãs ordenaram nesta quarta-feira, 20 de agosto, a expulsão do correspondente do jornal New York Times, após a publicação de uma reportagem sobre a suposta ameaça de dirigentes locais de assumir o poder para acabar com a crise eleitoral. Governo ordenou Matthew Rosenberg – correspondente do jornal americano em Cabul há três anos – de abandonar o país, após a publicação da matéria sobre a eleição presidencial afegã.

O Departamento de Estado e o jornal criticaram a decisão. O Afeganistão está em um momento de bloqueio político desde a eleição presidencial – primeiro turno em abril, segundo turno em junho -, e ainda não foi possível determinar o vencedor entre os candidatos Abdullah Abdullah e Ashraf Ghani.

Rosenberg publicou na terça-feira uma reportagem na qual afirma que “poderosas figuras governamentais” vinculadas às forças de segurança “ameaçam” formar um governo interino se o país não superar rapidamente a crise política. “O New York Times publicou vários artigos do mesmo tipo com base em fontes governamentais que pedem anonimato”, anunciou o Ministério Público afegão, para justificar a expulsão. Segundo o NYT, Matthew Rosenberg, de 40 anos, foi convocado a revelar as fontes, o que se recusou a fazer.

*Com informações da AFP