Notícias

Oficina gratuita ensina como usar a LAI em pautas de educação

Em parceria com a Jeduca, Associação de Jornalistas de Educação, a Fiquem Sabendo, agência de dados independente e especializada no acesso a dados públicos, realiza a oficina “Como usar a Lei de Acesso à Informação para cobrir educação”. Será no dia 7 de dezembro, às 11 horas. A oficina é gratuita e exclusiva para jornalistas, profissionais da imprensa e estudantes de jornalismo. As inscrições podem ser feitas aqui até o dia 6 de dezembro

A oficina será ministrada pelo jornalista Léo Arcoverde, cofundador da Fiquem Sabendo e produtor de reportagem da Globo News. Além de detalhar a LAI e aspectos da organização e da legislação educacional, a oficina irá abordar temas da cobertura jornalística de educação com base em dados públicos, desde o funcionamento de programas até onde e como obter informações sobre políticas educacionais, passando por exemplos de reportagens e levantamentos de assuntos relacionados à educação no Brasil.

Os inscritos receberão o link da oficina por e-mail e os participantes terão direito a certificado de conclusão do curso. 

Educação na WikiLAI

A oficina também marca outra parceria da Jeduca com a Fiquem Sabendo, que é a organização de uma seção especial sobre LAI na Educação na WikiLAI, nova plataforma da FS em formato wiki com todas as informações para o acesso a dados públicos no Brasil. A seção LAI na Educação apresenta 10 verbetes com tutoriais para acesso a dados públicos, modelos de pedidos e recursos, entre outras orientações para cobrir temas educacionais. 

Os verbetes orientam como acessar informações sobre o Censo Escolar, Covid-19 nas escolas, merenda e transporte escolar, violência nas escolas, bolsas e auxílios para pesquisas, além de dívidas do Fies, fila em creches, fraudes em cotas e no Currículo Lattes. O material forma um repositório de consulta rápida na internet, com exemplos práticos e atualização constante. 

Serviço

O que: Oficina “Como usar a Lei de Acesso à Informação para cobrir educação”, com Léo Arcoverde (Fiquem Sabendo/Globo News)

Quando: 7/12 (terça-feira), 11h 

Onde: online, inscrições gratuitas para jornalistas, profissionais da imprensa e estudantes de jornalismo pelo link

*Com informações do Fique Sabendo

ABI BAHIANA

Museu de Imprensa da ABI realiza oficina gratuita de conservação documental

De 14 a 20 de maio acontece a 16ª Semana Nacional de Museus, temporada cultural promovida pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) em comemoração ao Dia Internacional de Museus, celebrado em 18 de maio. Nesta edição, 1.130 museus de todo o país oferecem ao público 3.261 atividades especiais e o Museu de Imprensa da Associação Bahiana de Imprensa (ABI) é uma dessas instituições. O Museu de Imprensa vai realizar a “I Mini oficina de Conservação e Higienização Documental”, de 14 a 17 de maio. Os interessados devem enviar o formulário de inscrição para o e-mail <[email protected]> de 26 a 30 de abril. As vagas são limitadas.

O Museu de Imprensa da ABI está fechado ao público desde 2010. Criado pela Associação Bahiana de Imprensa em sua própria sede, o Museu tem como finalidade preservar a história da imprensa, através do seu acervo de periódicos antigos, volantes, obras e objetos pertencentes a jornalistas. O equipamento passará por reestruturação completa e em breve estará de portas abertas para visitação. Em razão disso, a oficina gratuita será promovida na seda da ABI, no Edifício Ranulfo Oliveira, na Praça da Sé (Centro).

  • Faça download da Ficha de Inscrição aqui

Museus hiperconectados

A cada ano, o Icom (Conselho Internacional de Museus) lança um tema diferente para a celebração dessa data, que é também o mote norteador das atividades da Semana de Museus. Com o tema “Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”, a proposta deste ano é que museus e instituições participantes busquem amplificar suas relações com a comunidade e seu entorno.

Os principais objetivos do evento são promover, divulgar e valorizar os museus brasileiros; aumentar o público visitante e intensificar a relação dos museus com a sociedade.

Em 2016, pesquisa do Ibram mostrou que no período da Semana de Museus a frequência de público nas instituições participantes chega a aumentar 79% em comparação à semana anterior – o que reforça o papel da comunicação e a continua aproximação com os frequentadores por meio de programação diversificada.

Atualmente, o Ibram tem mapeados cerca de 3,8 mil museus no Brasil. Em 2018, mais de 1,1 mil instituições participarão da Semana de Museus. As atividades propostas são as mais diversas – como exposições, ações educativas, exibição de filmes e bate-papos.