Notícias

Salvador é uma das cidades-sede da Copa menos transparentes

Em encontro promovido pela Ouvidoria da Câmara de Vereadores, na manhã do dia 20.05, foram apresentados dados do Instituto Ethos sobre as ações voltadas para aumentar a transparência no Executivo municipal, para a Copa do Mundo de 2014. As informações apresentadas pela coordenadora de políticas púbicas do Ethos Christiane Sampaio apontam que Salvador é uma das 10 cidades-sede da competição que apresentam o mais baixo índice de transparência. Numa escala de 0 a 100, a capital baiana teve nota 14,46. O levantamento foi feito com base em parâmetros estabelecidos pela Lei Federal 12.527/2011, a Lei de Acesso a Informação. Eles foram organizados em um questionário com 100 perguntas feitas aos executivos municipais. Essa é a primeira vez que o Ethos é recebido em uma Casa Legislativa do país, para debater a proposta, chamada “Jogos limpos dentro e fora dos estádios – para melhorar os mecanismos de transparência ao cidadão. Os dados serão apresentados no 1ª Encontro de Ouvidorias das Cidades sede da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, nos dias 27 e 28 de Maio, no Centro de Convenções. “Temos que aproveitar esse grande evento internacional, que é a Copa do Mundo, e fortalecer uma rede de ouvidorias e parceiros, que possibilite ao cidadão ter acesso transparente a todos os dados relacionados aos gastos públicos”, afirmou a ouvidora-geral da Câmara, vereadora Aladilce Souza (PCdoB). A Lei de Acesso a Informação, em vigor em maio de 2012 e regula o acesso à informação na administração pública, em todos os níveis governamentais – federal, estadual, municipal e distrital.

Fonte: Bahia Notícias

Notícias

Governo assina ordem para requalificar orla de Salvador

O governador Jaques Wagner assinou, no dia 04.06, às 8h30, no Jardim dos Namorados, ordem de serviço autorizando a Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado, por intermédio da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), a iniciar a requalificação da orla atlântica de Salvador, corredor turístico Amaralina/Jardim de Alah.

A obra custará de R$ 6,8 milhões, com recursos dos governos federal e estadual, e prevê, entre outras ações, a requalificação urbana do trecho do Quartel de Amaralina até a Praça João Amaral; os acessos às praias da Pituba e complementação dos trechos de calçadão na orla da Pituba.

Inclui ainda a recuperação dos trechos do Jardim dos Namorados e do Jardim de Alah, com ampliação da ponte do Rio Camurujipe, aumentando uma faixa no sentido Itapuã – Centro; requalificação de calçadões e requalificação e implantação de trechos de ciclovia.

A requalificação da orla atlântica foi iniciada em 2012 com a recuperação da passarela do Costa Azul, cujos serviços estão em andamento. Os recursos são de um convênio entre a Secretaria Estadual do Turismo e o Ministério do Turismo.

 

Fonte: Portal A Tarde

Notícias

Salvador tem 14ª hospedagem mais cara do mundo

Apenas Miami, nos Estados Unidos, e Punta Cana, na República Dominicana,  possuem hospedagem mais cara do que o  Rio de Janeiro. Esse foi o resultado encontrado pela Pesquisa Internacional de Preços da Hotelaria (PPH), realizada pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), que foi divulgada ontem.

A pesquisa comparou o preço das hospedagens  entre os principais destinos turísticos do mundo. A média do valor da hospedagem do Rio é de US$ 246,71. O valor é mais alto do que o registrado em  Nova York (US$ 245,82) e  Paris (US$ 196,17),  por exemplo. Salvador, por sua vez, ficou em 14º lugar com o valor de hospedagem de  US$ 126,11.

A pesquisa foi feita considerando estadas de dois adultos, por 7 dias, marcadas com 60 dias de antecedência. A coleta dos preços ocorreu de dezembro de 2012 a março deste ano e considerou o preço mais baixo dos hotéis da cidade.

 

Fonte: Correio